O LADO ESPIRITUAL

DO RESULTADO ELEITORAL



Neste momento em que nosso amado país encontra-se dividido entre amarguras de uns e alegrias de outros, sabemos que a espiritualidade superior, os prepostos de Jesus, estão no Comando, não apenas nos seus processos eleitorais, como também em outros, a fim de garantir que a Luz seja mantida, não apenas no Brasil, mas também em toda a Terra.
Precisamos compreender que por trás daquilo que vemos manifestado em sua realidade atual, há um Propósito Maior, sendo que o maior dos Propósitos, ao final, é a transformação rumo ao novo – que deve começar, como prioridade – na transformação interior e individual de cada Ser Humano, habitante neste planeta Terra.
Há muito já deveríamos ter compreendido que a realidade externa espelha o que nós trazemos em nossos interiores. 
Há aspectos importantes que não prestamos atenção. E prestamos atenção ao que realmente não nos importa, de forma alguma.
Nossas análises e julgamentos baseiam-se no ego inferior, o qual está a nos enganar constantemente e a nos colocar sempre na superficialidade de tudo.
Nossas análises e julgamentos nos dão apenas uma pequena visão e apenas uma pequena parte do todo.
Abramos as nossas mentes, a fim de compreender, pois a nossa compreensão é de suma importância para este momento, não apenas no Brasil, mas em todo o mundo.
Primeiramente, devemos compreender que precisamos transformar nossas crenças e valores, nossas emoções, pensamentos e sentimentos. Devemos transformar nossos objetivos terrenos. Devemos transformar a nossa maneira de viver na Terra. Devemos transformar a maneira como nos relacionamos entre nós e com o mundo ao redor.
Estamos estagnados numa antiga forma de pensar e de sentir, presos num antigo sistema de pensamento, que nos está impedindo de seguir adiante com o novo, com a Nova Terra.
Enquanto estivermos divididos e odiando-nos mutuamente, não sairemos do lugar, pois estamos utilizando-nos de antigas egrégoras. E antigas egrégoras criam apenas a velha realidade, a qual já estamos mais que acostumados a ver e viver.
A Terra já dispõe de outros recursos e há muitos dentre nós, encarnados, que estão a nos ensinar como acessar os novos recursos. Deveríamos abrirmo-nos a eles.
Dentro desta posição de dualidade, raiva e revolta, percebamos que há os que desejam gerar tumultos, desestabilizando os pontos espirituais na grade mental do Brasil. E devemos saber que os tumultos que nós ajudamos a criar, servirão a algo ou a alguém, sempre.
O mundo político, tal qual se apresenta a nós, é o aspecto mais antigo que possamos conhecer. É também o aspecto de maior densidade entre nós. E estamos longe, muito longe de um sistema político efetivamente inovador.
As mudanças que buscamos não estão nas mãos dos vencedores ou dos perdedores das nossas eleições. Todo o nosso sistema político não condiz com a Nova Terra e nem mesmo com as dimensões superiores que pretendemos atingir.
Saiamos das ilusões!
Em termos eleitorais, ambos os lados vibram numa mesma frequência. Estamos a usar e a desgastar nossas energias à toa. E não há porque frustrarmo-nos ou alegrarmo-nos, ou mesmo odiarmo-nos mutuamente. Precisamos  compreender o porquê.
De uma forma mais profunda e nos aspectos metafísicos desta questão, tanto faria uma ou outra de suas facções ganhar o poder, colocando palavras que costumamos usar. Os nossos problemas continuariam os mesmos, porque os nossos problemas são muito mais profundos do que estão a imaginar.
O trabalho de transformação que temos pela frente é, e seria o mesmo, independentemente dos resultados das eleições.
Precisamos compreender que a liberdade do Ser Humano está em deixar de dar importância aos aspectos densos e externos e em compreender o mundo com olhos mais elevados, para que possamos desvendar também os aspectos espirituais, muitas vezes ocultos aos nossos olhos.
No que se refere ao mundo físico, vemos apenas a ponta de um imenso iceberg. Aqueles dentre nós que conseguir aprofundar a visão e transpor o ego, verá.
Devemos deixar de usar, de forma desequilibrada, nossas energias com o mundo político. Esse mundo denso não deveria ter tanto poder sobre nós, pois são co-criadores de realidade.
Podemos transmutar qualquer situação. Podemos mover montanhas, como já nos foi dito uma vez por Jesus.
Para tanto, devemos nos unir, precisamos amarmo-nos uns aos outros e desejarmos um único objetivo.
Esta nova atitude só será sentida por todos quando permitirmo-nos sair do ego para viver no mundo a partir da uma postura completamente amorosa.
Saibamos que enquanto na Terra há articulações e combinações entre facções políticas, no mundo espiritual acontecem articulações e combinações entre facções espirituais.
Enquanto atuamos nas facções políticas, há toda uma atuação superior nas facções espirituais. E assim, compõe-se uma ajuda mútua para estabelecer o Plano Divino, não apenas no Brasil, como também em toda a Terra.
Olhamos apenas para o físico e, por este motivo, temos dificuldades em compreender o que se manifesta nele.
O mundo da densidade já não mais deveria ser o foco de nossas atenções.
Já deveríamos ter compreendido o quanto o mundo político nos tira a energia e nos consome a vida.
Há facções espirituais que se alimentam de nossas angústias, medos e tumultos.
A maioria de nós já deveria compreender este fato. Já deveria haver essa compreensão.
Devemos compreender que, uma vez no mundo político, as vibrações de todas as facções não se diferem muito umas das outras. Todas vibram dentro de uma mesma frequência. Algumas minimamente mais elevadas que outras, mas todas posicionadas dentro de uma mesma categoria de vibração.
O que há no Ser Humano – e que deve ser transformado urgentemente, é a necessidade de buscar salvadores. Buscamos os salvadores da pátria, buscamos salvadores do mundo, buscamos salvadores para nossas vidas pessoais.
Esperamos muito de outras pessoas. Esperamos muito de nossos políticos. E posteriormente nos frustramos. E estes, pouco – muito pouco – poderão nos dar. A verdade é que estes nada nos podem dar a mais do que podem, e que é muito pouco.
E ao nos despejarmos em cima das ações de outros, nos tornamos dependentes em todos os níveis.
Ainda não compreendemos que todas as vezes que despejamos a resolução de nossos problemas nas mãos de outros, estamos a entregar o nosso Poder Pessoal, perdemos a autodireção espiritual e ficamos à mercê do mundo externo.
Nós, que tanto pedimos por mudanças, ainda não conseguimos mudar uma questão tão básica como essa.
Enquanto estivermos esperando que algo bom nos caia dos céus ou alguém venha nos salvar, estaremos à mercê das facções – físicas e espirituais, da dualidade e totalmente fora de nossas Essências Divinas.
Estararemos a nos frustrar, permanentemente, e, por conseguinte, a nos irar.
A Espiritualidade Superior atua na Terra a fim de que sejamos protegidos e se dedicam a preservar-nos as energias o máximo possível, dentro das possibilidades disponíveis em cada momento.
O foco por trás de uma disputa pelo comando político, como a que acabamos de vivenciar, está na disputa por suas nossas energias pessoais e por nossas energias criadoras.
Aos espíritos superiores, que veem a partir de outros níveis, muitas questões não se passam por quem vai comandar um país. Mas sim, veem as disputas a partir de quem ou o quê está por trás dos níveis visíveis a nós.
O cuidado que teem nas questões espirituais é sobre qual facção está tentando se utilizar do poder pessoal e das energias de cada um de nós.
Esta não é uma tarefa fácil para nossos guias e maiores da espiritualidade, uma vez que todos nós permitimos e damos entrada a esse tipo de situação, na medida em que nos colocamos nas mãos de outros, na medida em que emitimos vibrações similares aos que estão na maior densidade possível e na medida em que nos abalamos emocionalmente com as decisões, favoráveis ou não, com as ações e não ações, com os mandos e desmandos – de outros, seja de quem for: políticos, amigos, familiares e etc.
Lembremos que alguém ou alguma facção – seja política ou espiritual – está sempre pronta para absorver – e a usar – os nossos abalos emocionais e as energias de tumultos que nós mesmos geramos.
Enquanto não recolhermos – e transformemos – nossas energias emocionais e mentais, trazendo-as para dentro de nós mesmos,  haverão facções – políticas ou espirituais – a disputá-las.
Enquanto não Amarmo-nos mutuamente e enquanto não Amemos a nós mesmos, pouco transformaremos internamente e, por conseguinte, no mundo ao redor.
Enquanto estivermos vendo o mundo dividido em partes, opiniões, crenças, valores e pensamentos, enquanto estivermos disputando qualquer coisa entre nós – seja na vida pessoal ou seja no sistema político – estaremos dentro da dualidade.
E já está mais que na hora de percebermos que dualidade é a antiga egrégora na Terra.
Já não estamos cansados disso?
Não existem salvadores. Nem mesmo eles, dos Planos Superiores e Espirituais, são os nossos salvadores, embora eles possam nos ajudar e trabalhar em conjunto conosco, a fim de elevarem e a fim de que possam construir uma realidade melhor na Terra.
Porém, nós devemos fazer a parte que nos cabe. O nosso mundo está em nossas mãos. Eles, os amigos elevados da espiritualidade, são os que nos apoiam e nos instruem. Nunca fazem o Serviço por nós.
Assumamos o comando de nós mesmos e de nossas vidas pessoais, em primeiro lugar.
Assumamos nossas responsabilidades no que se refere ao estado em que se encontra a nossa realidade. Nossos políticos não são os únicos responsáveis. Nós todos somos os coadjuvantes.
Recuperemos nosso Poder Pessoal e nossa autodireção.
Lembremos que Poder Pessoal não é, de forma alguma, o poder armado, nem o poder de fazer guerras e nem mesmo o poder da vingança ou mesmo o poder de gerar conflitos.
Resgatar o Poder Pessoal envolve a lembrança de que cada Ser Humano é a Imagem e Semelhança de Deus Pàter-Màter. E portanto, cada Ser Humano, Filho da Luz, é Criador da sua própria realidade, a partir de uma energia AMOROSA.
Apenas com esta energia de Amorosidade é possível Criar e expandir o Poder Pessoal, contido em nossos corações.
No mundo político, muito precisa ser transformado. Mas primeiramente devemos transformar nossas emoções, nossos pensamentos, nossas crenças e valores.
E os meios pelos quais iremos realizar as verdadeiras transformações jamais estarão baseados na agressividade, na revolta e muito menos nos ataques aos nossos Irmãos. Se assim agirmos, estaremos em plena sintonia com a parte mais densa das situações.
Enquanto estivermos lidando com suas situações através das antigas ações e emoções, estaremos estacionados no mesmo ponto de séculos e séculos atrás.
E  nossas ações e reações, de um modo geral, estão estacionados, infelizmente lá, em séculos atrás.
Devemos inovar nossas ações. Precisamos olhar mais além. Precisamos enxergar as bases do iceberg, a causa das coisas, pois até o presente momento, olhamos tudo apenas na superficialidade.
Por trás do que todos nós vemos, há sempre um Propósito Maior, Propósito este que muitos dentre nós, a maioria até, ainda não estão a compreender.
Por isto precisamos urgentemente:
  1. Atuar a partir somente das energias amorosas.
  2. Continuar a vibrar na luz;
  3. Continuar a sintonizar com os nossos guias espirituais;
  4. Sair das intenções de vingança, revolta e ódio, pois desta forma mais atrapalhamos que ajudamos;
  5. Entreguemo-nos e confiemos numa Força Maior a envolver-nos todos os dias;
  6. Compreendamos que o que veem é a Ordem Divina estabelecida, mesmo que não concordem alguns com o que se manifestou;
  7. A Justiça Divina se estabelece sempre. Porém, ela tem parâmetros de avaliação diferentes dos parâmetros do ego;
  8. Saiamos do julgamento, pois baseamo-nos no ego e não estamos a ver o todo.
“O Brasil é o celeiro do mundo” é uma frase verdadeira. Porém, devemos corrigir-lhes a intepretação. O Brasil não é o celeiro de alimentos do mundo, como pensam.
O Brasil é o Celeiro de Amor, que tem como Missão ensinar o mundo a Amar Incondicionalmente. E desta forma, ensinará ao mundo as novas formas de viver na Terra.
No Brasil estão as sementes da Nova Terra. Atuemos de acordo com esta magnífica Missão e permitamos que as sementes brotem.
Jamais a Espiritualidade Superior nos abandonará!
Para o Brasil são direcionadas as suas maiores atenções, pois veem em nós imensos potenciais de Amor, de avanços e de ascensão!
Chegará um dia, e não está tão longe, o fim da densidade na Terra, quando comungaremos juntos da Profunda Paz e o Imenso Amor que se estabelece do lado de fora dos níveis do ego.
Ansiamos por este momento, pois somos todos Irmãos em Luz e para ela voltaremos!
Fiquem na Paz do Divino Criador!
Um Amigo Espiritual

.