ALMA-GÊMEA

A SUBLIMIDADE DE UM POEMA

.


cecaal


.

OFEREÇO ESSE POEMA À MINHA ESPOSA CEIÇA

MÃE ADORÁVEL DAS MINHAS FILHOTAS BRUNA E DÉBORA

AQUELA A QUAL UM DIA SEGUREI NAS SUAS MÃOS

PARA NUNCA MAIS LARGÁ-LAS.

BRUNO TAVARES


.


.