arthur1

.

 Escritor conhecido mundialmente, mas que poucos sabem ter sido ele um fervoroso espírita, Sir Arthur Conan Doyle foi o criador de um dos mais famosos personagens policiais de todos os tempos, o detetive Sherlock Holmes. Nasceu em Edinburgo na Escócia em 1859, numa família extremamente católica.

 Durante a juventude, interessado em tornar-se médico, começou a ler Darwin e outros cientistas. Somando-se essas leituras ao desencanto com a religião, ele acabou tornando-se agnóstico.

 Aos 28 anos, no entanto, ele acabou interessando-se por experiências de Transmissão de Pensamento. Algum tempo depois, ele chegou a afirmar que conseguiria transmitir seus pensamentos sem o uso de palavras.

.

arthur3

.

 Após convencer-se da eficiência da transmissão de pensamentos entre vivos, ele então passou a se interessar por transmissões vindas do além. Estávamos no final do séc.19, e fenômenos mediúnicos eclodiam em reuniões pela Europa. A obra basilar do Espiritismo, “O Livro dos Espíritos” havia sido publicada desde 1857. As mesas girantes eram eventos muito conhecidos na época, e Doyle, obviamente, passou a frequentar tais reuniões.

 Com o tempo, Doyle passou a desenvolver crenças espiritualistas com grande convicção, e inclusive escreveu uma série de livros sobre o assunto, como A Nova Revelação, a Mensagem Vital, A Historia do Espiritualismo, O Caso das Fotografias de Espíritos (este inclusive, relatando experiências q o próprio Doyle se envolveu, fotografando e revelando imagens de desencarnados), entre outros.

.

CAPA A historia do espiritualismo.indd

.

 Após 20 anos de convívio com a doutrina, ele veio a publico para declara-se convicto da vida pós-morte. Mesmo sabendo q esta atitude poderia trazer prejuízo para sua carreira de escritor, ele pouco se importou. Muitos estranharam que o criador do famoso detetive Sherlock Holmes, um personagem tão meticuloso e racional, e sendo ele próprio extremamente racional, estivesse se deixando levar por crenças místicas.

 Estoura a Primeira Guerra Mundial. Nesta época, Doyle perde seu filho mais novo de pneumonia e sua fé na vida pós-morte torna-se para ele algo essencial. Cerca de 1 ano após, ele participava de uma sessão espírita qdo foi surpreendido por uma comunicação do filho. Pouco tempo depois, Doyle viu com os próprios olhos sua mãe e seu sobrinho desencarnados, segundo palavras dele “tão reais como sempre os via em vida”.

 Doyle viajou dando palestras sobre sua fé e provavelmente atraiu publico com seu nome famoso. Mostrava slides com a imagens de espíritos fotografados por ele.

 Disse ele 1 vez que acreditar na vida pós-morte e na comunicação com pessoas desencarnadas era absolutamente natural e até mesmo confortador.

.

laverdad

* AS IMAGENS SÃO ESCOLHA E RESPONSABILIDADE 
DE BRUNO TAVARES

.

.

brunooyellowMeus queridos amigos e irmãos, eis aqui uma breve biografia do extraordinário vate inglês Sir Arthur Conan Doyle. Para quem não sabe, Conan Doyle em vida física tornou-se espírita escrevendo a sua obra notável “História do Espiritualismo”. Hoje pensamos em envidar esta pequena homenagem ao autor de Sherlock Holmes, porque exatamente nessa data, 7 de julho, ele retornou, envolto em paz, ao mundo espiritual.

Que Jesus abençoe Sir Arthur por tudo o que ele fez em prol da divulgação da novel verdade na Terra!

Que Jesus o abençoe, sempre!

Bruno Tavares

chverde1

.

diemsp

.

.

A MENSAGEM DE HOJE NO BLOG

.

 chverdec1

QUADRO DO PINTOR PERNAMBUCANO

ANTÔNIO CARLOS CASTANHA TAUA GOMES

abrunofclarablogbrilho

.

Francisco e Clarinha de Assis

Patronos deste Blog

fcc

.

.

.brunovg

carinhachn

.

.

cqchcc