.

atms1

.

Neste momento em que experimentamos uma crise ambiental sem precedentes na história da Humanidade, é importante reconhecer a nossa responsabilidade, como espécie “mais evoluída”, na destruição dos recursos naturais não renováveis fundamentais à vida. Mudanças climáticas, escassez de recursos hídricos, produção monumental de LIXO, destruição sistemática e veloz da BIODIVERSIDADE, crescimento caótico e desordenado das cidades em que vive a maior parte da população mundial, TRANSGENIA irresponsável, são problemas causados por nós, pelo nosso estilo de vida, hábitos, comportamentos e padrões de consumo.

É o nosso livre-arbítrio em ação, determinando escolhas que têm pressionado a RESILIÊNCIA do planeta e o conforto ambiental da espécie que se considera no “topo da cadeia evolutiva”.

O modelo de desenvolvimento vigente foi descrito no relatório do Brasil para a Conferência Internacional da ONU sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento (Rio-92) como sendo “ecologicamente predatório, socialmente perverso e politicamente injusto”. Alguns pesquisadores preferem usar a expressão “ecocídio” para designar o extermínio das condições que suportam a vida no planeta.

Cabe ressaltar aqui que somos nós os predadores do ambiente que nos acolhe. Não se trata de uma fatalidade, castigo divino ou outra razão mística qualquer. Estamos hoje sofrendo os efeitos das escolhas que fazemos no dia a dia. Se somos a causa dos problemas, também é verdade que as soluções precisam partir de nós. Devemos buscar as alternativas, novos conceitos de gestão, uma nova economia, uma nova ética civilizatória baseada na SUSTENTABILIDADE.

.

cidadesust

.

Espiritismo e Ecologia são ciências afins, sinérgicas, e que sugerem abordagens sistêmicas da realidade, as quais ainda não foram devidamente compreendidas ou aceitas.

É justamente essa visão sistêmica da realidade que nos oferece amplas condições de navegabilidade num mar revolto em que o analfabetismo ambiental vem causando grandes estragos. É muito feliz o pensamento — de autor desconhecido — que inverte uma antiga máxima do movimento ambientalista: “Mais importante do que cuidar do planeta para os nossos filhos e netos, é cuidar melhor dos nossos filhos e netos para o planeta”.

Não há dúvida de que a Terra atravessa um turbulento período de transformação, após o que, segundo os espíritas, deverá surgir um novo mundo, classificado como “de regeneração”, onde só aqueles que souberem respeitar e seguir certos princípios éticos terão a condição de permanecer.

Estejamos prontos para o que vier, reconhecendo a bênção da encarnação nestes tempos difíceis, especialmente quando nos encontramos aptos para o trabalho intenso e urgente em favor da vida.

.

planetasust

* AS IMAGENS SÃO ESCOLHA E RESPONSABILIDADE 
DE BRUNO TAVARES

.

André Trigueiro é jornalista com pós- -graduação em Gestão Ambiental pela COPPE/UFRJ, criador e professor da disciplina “Jornalismo Ambiental” no curso de Comunicação Social da PUC/RJ. Desde 1996 vem atuando como repórter e apresentador do “Jornal das Dez” da Globo News, canal em que produziu, roteirizou e apresentou programas especiais ligados à temática socioambiental. Desde 2006 é editor-chefe do programa “Cidades e Soluções”, pelo qual recebeu vários prêmios.

Foi agraciado com o Prêmio “Comunique-se” na categoria Jornalista de Sustentabilidade (2007). Recebeu o Prêmio “Ethos” de Jornalismo 2008, pelo conjunto da obra em responsabilidade social e desenvolvimento sustentável (na categoria TV). Recebeu em 2008 a Medalha de Mérito Pedro Ernesto, a mais importante comenda do Municí- pio do Rio de Janeiro. É comentarista da Rádio CBN, na qual apresenta aos sábados e domingos o quadro “Mundo Sustentável”; e na Rádio Rio de Janeiro apresenta o quadro “Ecologia e Cultura”. E também é autor, dentre outros títulos, de “Espiritismo e Ecologia”, já um clássico espírita na questão ambiental.

.

atrig

.

.

brunooyellowMeus queridos amigos e irmãos, eis aqui uma breve, mas excelente reflexão, deste querido jornalista espírita e ambientalista notável: André Trigueiro. O André sempre nos diz que o tema Ecologia tem que fazer parte, sempre, das tribunas espíritas e que que para os confrades desavisados, até nova ordem, “Nosso Lar” é aqui e agora, não num após morte, apenas. Saúdo com reverência a essas almas maduras como o André que vêm à Terra lançar as balizas do Admirável Mundo Novo!

Que Jesus abençoe as legiões de defensores da Mãe Terra, em todos os quadrantes deste casarão universal!

Que Jesus os abençoe, sempre!

Bruno Tavares

chverde1

.

eventosui

.

.

A MENSAGEM DE HOJE NO BLOG

.

 chverdec1

QUADRO DO PINTOR PERNAMBUCANO

ANTÔNIO CARLOS CASTANHA TAUA GOMES

abrunofclarablogbrilho

.

Francisco e Clarinha de Assis

Patronos deste Blog

fcc

.

.

.brunovg

carinhachn

.

.

cqchcc