.

luizsergio1

LUIZ SÉRGIO

.

 Não existe nada que se possa comparar com a surpresa da continuidade da vida.

 Ainda hoje, passados mais de quarenta anos da hora do meu adeus, e por mais que eu esteja adaptado do lado de cá, e estou, repercute em meu coração, quando lembro, o momento daquele “adeus”, que hoje eu sei que foi um até breve.

 A morte é tão surpreendente, porque a gente quando desencarna fica com aquele sentimento de querer revelar ao mundo o seu profundo mistério para os que ficaram na estação material.

 Me recordo que em alguns momentos da minha mudança para cá, nas horas mais difíceis eu me pus a gritar:
“Estou vivo, eu vejo vocês, sinto saudades…”

 Desejo explicar isso de maneira mais simples: é como se existissem “fios” invisíveis de amor que não se rompem quando não fazemos mais parte do grupo dos “vivos”, aqueles que ficaram na “estação do adeus”.

 Funciona assim: quando alguém pensa na gente com amor e carinho esses “fios” vibram de ambos os lados e experimentamos alegria e paz, embora exista a saudade.

 Quando os pensamentos são de desespero, esses “fios invisíveis” se tornam densos e elásticos e nos arrastam pelas vias da amargura, das lágrimas e da revolta.

 É como sentir um puxão bem forte e por mais que se queira fica difícil resistir.

 Só mesmo o tempo para ajustar esses “fios invisíveis”.

 A aceitação com gratidão acomoda tudo no devido tempo.

 O que mais venho observando nesses dias de transição é a falta de espiritualidade no coração das pessoas.

.

FRONTEIRA

.

 Muitos jovens chegam do lado de cá com vínculos densos a lhes prenderem na retaguarda dos prazeres e vícios.

 Além das lutas intensas para superar a revolta dos familiares, o mais grave é a falta de preparo para se viver a hora do adeus.

 Será que o homem ainda não compreendeu que ele não está na Terra para ficar?
Todos irão viver o seu adeus, porque faz parte da vida esse momento.

 Alguns têm seu momento de forma repentina e surpreendente, outros dão seus adeuses à medida que a enfermidade vai vencendo as forças físicas.

 Ter consciência da partida a qualquer instante deveria ampliar o sentido de fraternidade entre as pessoas.

 Deveríamos aproveitar todos os instantes para amar sem cobranças e sem exigências.

 Quantas dores, quantas lágrimas, quanta revolta na vida daqueles que se acreditam detentores das coisas do mundo.

 Equipes espirituais se desdobram em ações emergenciais para minimizar a loucura que se abate sobre uma família quando alguém vivencia a hora de dar adeus.

 Sempre falta alguma coisa, um abraço que não foi dado, um sentimento mal resolvido, uma palavra esquecida.

 Estou aqui sem o corpo físico e o que nos une é o psiquismo do médium que escreve o que lhe passo, acredite nessas palavras.

 Não desdenhe desses sinais de alerta.

.

MEC

.

  Viva com profundo respeito pela vida, pelas pessoas a sua volta, pelo planeta que te acolhe.

 Nunca se imagine superior a quem quer que seja, quanto mais nos acreditamos superiores aos outros, maior será a nossa decepção ao descobrir que temos de verdade apenas o amor que carregamos em nosso coração.

 Cada palavra, cada gesto infeliz bate às portas da nossa consciência na hora do adeus.

 É algo surpreendente a rapidez dos nossos pensamentos, e a capacidade do espírito em rever seus registros emocionais.

 Nesse exato momento, no instante em que você lê essa mensagem, milhares de pessoas pelo mundo estão vivendo o momento do seu adeus.

 Talvez até alguém que você conheça.

 Procuremos viver em plenitude, em comunhão com Deus, em sintonia com o bem.

 Quando chegar o momento de atravessar as aduanas da morte, o que carregarmos dentro do coração será o passaporte para a paz.

 Na hora do adeus você virá sozinho para sua pátria verdadeira.

 Aproveite cada novo dia, pois ninguém sabe quando será o momento de dizer adeus.

 Viva na fé, viva no bem!

 Luiz Sérgio por Adeilson Salles

.

LUISADE

* AS IMAGENS SÃO ESCOLHA E RESPONSABILIDADE 
DE BRUNO TAVARES

.

.

ADE1 Adeilson Salles

Nascido no ano de 1959, Adeilson Salles é natural do Guarujá, litoral de São Paulo. É autor, médium e poeta. Publicou mais de 40 livros para o público em todas as idades: crianças, jovens e adultos. Desses títulos, alguns infantis foram adotados em escolas públicas e particulares, fez com que recebesse convite de algumas editoras para lançar livros paradidáticos, o que se tornou realidade no ano de 2011. Escreve pela FEB Editora, na atualidade está com 12 livros editados para jovens e crianças, são eles: Beijinho Beija-Flor; Bellinha e a Lagarta Bernadete; Cura do Cego de Jericó, A; Espelho do Sentimento, O; Fugindo Para Viver; Maior Brejo do Mundo, O; Menino Chico; Meu Primeiro Amor; Paulo e Estêvão para Jovens Leitores; Segredo da Onça-Pintada, O; Um Mundo sem Livros;Um Por Todos e Todos Por Um; Volta às Aulas. Atua na Federação Espírita do Rio Grande do Sul (FERGS) – Comissão Editorial – e da Federação Espírita do Paraná (FeParaná). O reconhecimento de seu trabalho é observado na participação constante nas bienais mais importantes do Brasil em diversos estados, assim como nas principais feiras do livro do país. Algumas de suas obras já foram traduzidas para o inglês e o espanhol.

.

brunooyellowMeus queridos amigos e irmãos eis aqui, neste breve artigo, o encanto da vida proporcionado pelo intermúndio, na capacidade psicográfica do meu querido amigo e irmão Adeílson Salles, agora radicado aqui na nossa querida Recife, a Veneza Brasileira. Luiz Sérgio vem até nós cantando as alvíssaras da imortalidade e da vida no mundo espiritual, conclamando a todos para que nos preparemos para lá chegarmos um dia com a consciência um pouco mais desanuviada. Atendamos a seu pedido, de escutá-lo e, mais que isso, acreditarmos nesse esforço tremendo dos dois planos da vida para que essa mensagem chegue aos nossos olhos perguntando: Ó morte onde está teu arguilhão?!

 Gratidão sempre, Luiz Sérgio e Adeílson Salles!
.
Deus os abençoe, queridos amigos!
.
Bruno Tavares

chverde1

.

MEDGIO

.

.

A MENSAGEM DE HOJE NO BLOG

.

.

.

 QUADRO DO PINTOR PERNAMBUCANO

ANTÔNIO CARLOS CASTANHA TAUA GOMES

abrunofclarablogbrilho

.

Francisco e Clarinha de Assis

Patronos deste Blog

.

fcc

.

.

.brunovg

carinhachn

.

.

cqchcc