.

luizlivia1

Na Foto: Luiz Carlos Formiga e sua filha Lívia B. Formiga

.

“Eu vim para que tenham vida e a tenham com abundância”. João 10:10

.

Recebi por e-mail pedido de pessoa que luta com o câncer de mama (*). Duas palavras são importantes, empatia e solidariedade.

Em 1993. tive a primeira cirurgia. Depois volta no mesmo lugar – malígno. Aí, mastectomia radical, quimioterapia, careca e tudo mais que envolve um drama como esse. Continuei sendo monitorada através de exames. Volta agora. Olho pra caixa do remédio todo dia e não consigo tomar por causa do que eu li na internet. Tomar um remédio 5 anos achando que vou ter problemas, não será bom pra mim de jeito nenhum.

O meu esposo diz que tenho meu livre arbítrio… eu sei, mas o medo tomou conta de mim e diante do que eu li tenho medo. O que faço meu amigo? Me dá uma opinião.
To com medo… ME AJUDA!

Diante do apelo, senti aperto no coração. A doença fragiliza. No ano em que minha mulher foi operada não encontrei, no meu curriculum vitae, nenhum trabalho científico publicado, embora minha equipe fosse de primeira.

Pensei e pedi ajuda a minha filha, pois ela andou fazendo cursos em “outras medicinas”. Conversamos. No final pedi-lhe um resumo. Por e-mail, no assunto ela colocou “Saúde e Doença”. Julguei que colocaria “Medo da Vida”, pois comentei com ela que “a morte era hereditária”(**).

.

cmama

.

Deixemos Lívia B Formiga comentar:

.

Saúde e Doença

Para entendermos o estado de saúde e doença é primordial compreender seus conceitos . Para isso destacaremos autores diversos de escolas distintas ao longo do tempo.

A medicina Ayurvédica , medicina tradicional da Índia, que remonta possivelmente ao período compreendido entre os séculos X e VIII a.C, diz que o Prana – força , energia vital que une corpo, mente e espírito, anima suas funções, e em equilíbrio com as forças internas e externas promovem o estado de saúde, assim como o seu desequilíbrio leva ao estado de doença .

A medicina tradicional chinesa com suas origens perdidas nas brumas do tempo tem seus primeiros registros dinásticos nas Memórias Históricas (Shi Ji) escritos por volta de 500 a.C. ; e no primeiro texto médico mais antigo ainda existente , o Clássico Interno do Imperador Amarelo ( Huang Di Nei Jing) 475-221 a.C , que é princípio fundamental do sistema chinês de medicina considerar o conjunto corpo – mente – espírito do homem como um todo, e o indivíduo como um ser ligado a uma totalidade macroscópica maior por meio de um tecido contínuo progressivo que começa na família, passa pela sociedade e pelo ambiente e acaba se expandindo para todo o universo. A partir desse ponto de vista, a manifestação de doenças é encarada como resultado de um desequilíbrio que tem origem dentro do próprio indivíduo, ou no relacionamento desse indivíduo com a realidade exterior. Inversamente o estado de saúde é um estado de harmonia tanto interna quanto externa.

Hahnemann no seu Organon da Medicina , 1833 , a partir do parágrafo 9 diz que:

“ No estado de saúde, a força vital que dinamicamente anima o corpo material , governa com poder ilimitado e conserva todas as partes do organismo em admirável e harmoniosa operação vital, tanto no que diz respeito às sensações como nas funções, de modo que, o espírito dotado de razão que reside em nós, pode empregar livremente estes instrumentos vivos e sãos para os mais altos fins de nossa existência… Quando uma pessoa fica doente, é somente a força vital imaterial e ativa por si mesma e presente em todas as partes do organismo, a que sofre desde cedo o desvio que determina a influência dinâmica do agente patogênico hostil à vida; o princípio vital unicamente, em estado anormal, é o que pode dar ao organismo as sensações desagradáveis e incliná-lo às manifestações irregulares que chamamos doença.”

James Tyler Kent no seu livro Lições de Filosofia Homeopática, publicado originalmente em 1900 diz que :

“ Não há doença existente cuja causa seja conhecida pelo homem através do olho ou pelo microscópio. As causas são infinitamente sutis para serem observadas por qualquer instrumento de precisão. São tão imateriais que correspondem e operam na natureza interior do homem, e terminam no corpo na forma de alterações nos tecidos que são reconhecidos pelos olhos. Tais mudanças nos tecidos devem ser compreendidas apenas como resultados da doença ou o médico nunca perceberá qual a causa da doença, o que é a doença, o que é potencialização ou qual é a natureza da vida. Suscetibilidade é somente um nome para o estado que é a base de toda doença possível e toda cura possível.”

.

drjames

.

Dr. Edward Bach, médico inglês, entre 1930 e 1934 escreveu os fundamentos da medicina floral diz que os problemas de saúde freqüentemente tem suas origens na mente; sentimentos que foram persistentemente reprimidos irão emergir, primeiro como conflitos mentais , e depois como doença física.

Diante desses conceitos, devemos estar despertos para o fato de que, quando fixamos a atenção da doença no corpo físico, desviamos da verdadeira origem da enfermidade que , em essência, tem seu start no desequilíbrio energético de natureza mental, emocional e espiritual. Se o paciente se esforça continuamente para neutralizar essas forças, a saúde no seu mais amplo sentido é recuperada.

É claro que não podemos deixar de tratar os efeitos físicos da doença, e para isso se torna necessário o tratamento farmacológico tradicional. Mas se levarmos em consideração que ao nos equilibrarmos energeticamente, mudando a nossa atitude mental, no sentido de elevarmos essa perspectiva, atingimos a capacidade de modular a ação farmacológica das drogas, potencializando os seus efeitos benéficos e minimizando seus efeitos adversos.

Assim podemos compreender como um mesmo tratamento aplicado a pessoas diferentes tem resultados diversos; que medicamentos eficazes para uns não atuam em outros.

A doença tem sua origem num plano acima do físico, a verdadeira natureza do sofrimento encontra-se na alma, e nela também se encontra a chave para a saúde.

O que conhecemos como doença é o estágio final de um distúrbio muito mais profundo; e para assegurar o sucesso em qualquer tratamento é óbvio que cuidar apenas do resultado final não será um procedimento eficaz, a menos que a sua raiz seja resolvida.

.

almacura

.

Métodos que auxiliam a harmonização dos corpos etéreo, emocional e mental, removendo bloqueios na sua raiz, como as técnicas descritas acima, assim como a meditação facilitam a livre fluência das energias superiores através da personalidade.

Um interesse absorvente, um grande amor ou um propósito definido na vida são também fatores decisivos para a saúde e a felicidade do homem.

Dr. Deepak Chopra, em seu livro A Cura Quântica -1989, nos apresenta um “novo“ modelo de saúde e bem – estar , no qual a mente, a consciência e a inteligência ocupam papéis importantes, baseando-se em conhecimentos da medicina ocidental e da antiga sabedoria oriental, reforçando a idéia das energias positivas e da meditação transcendental como elementos fundamentais na recuperação do estado de saúde. Nos mostra que o corpo humano é controlado por uma “ rede de inteligência “, que determina se estamos saudáveis e bem integrados com a Natureza, sendo capazes ,assim, de derrotar doenças complexas.

Estamos no século XXI, com o conhecimento tecnológico moderno como grande aliado em todos os campos da vida, e com o conhecimento milenar do equilíbrio entre as forças vivas e vibratórias da Natureza. Devemos valorizar esses presentes e explorá-los com a razão e o Amor Maior que o Criador nos deu, para que entendamos que a vida é o maior tesouro que temos, oportunidade única de crescimento, ter medo da vida nos tira oportunidades impares de crescer individualmente e coletivamente.

Que possamos encarar a vida com alegria e gratidão por todas as coisas que o Grande Criador colocou nesse planeta para a nossa cura.

.

deepak

.

(*) Lourdes Cevolo. RJ. (com autorização
(**) http://www.espiritualidades.com.br/Artigos
http://orebate-jorgehessen.blogspot.com/2011/08/estou-muito-deprimida-magoada-nao-posso.html
Referências Bibliográficas.
Saúde perfeita – um roteiro para integrar corpo e mente, com o poder da cura quântica.
Dr Deepak Chopra 9a. ed Editora Best Seller 1990
Os remédios florais de Dr Bach. Dr Edward Bach, 16a Ed. Editora Pensamento
Organon de la Medicina. Hahnemann, B. Jain Publishers PVT.LTD, 1993
Tao e Dharma. Robert Svoboda, Arnie Lade. Ed. Pensamento ,1995
Os Fundamentos da Medicina Chinesa ; Giovanni Maciocia. Ed Roca. 1996
Lições de Filosofia Homeopática; James Tyler Kent; Associação Paulista de Homeopatia. 1998

.

jmedico1

* AS IMAGENS SÃO ESCOLHA E RESPONSABILIDADE 
DE BRUNO TAVARES

.

.

Luiz-Carlos-FormigaV  Luiz Carlos Formiga

Articulista do Blog do Bruno Tavares, articulista na divulgação da Doutrina Espirita , com contribuição em alguns jornais e revistas, no Brasil e em Portugal (Fraternidade – Lisboa). Realiza palestras em casas espíritas. Biomédico (1969) pela Faculdade de Ciências Médicas, Universidade do Estado da Guanabara (UERJ). Especialização em Microbiologia e Imunologia (1970), Mestrado (1974) eDoutorado (1979), no Instituto de Microbiologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Pedagogo, Licenciado pela A.E.S. São Judas Tadeu, R.J. Pósgraduação em Educação em Saúde, Especialização pelo Núcleo de Tecnologia Educacional para a Saúde, do Centro de Ciências da Saúde da UFRJ. Prêmio Uerj-Funarte, 1980. Concurso de monografia, com “A Universidade do Estado do Rio de Janeiro e a formação de recursos humanos para a área de saúde. Curso de Ciências Biológicas, Modalidade Médica”. Projeto Semana da Uerj, realizado pelo Departamento Cultural e Patrocinado pela FUNARTE. Prêmio Científico Enzilab/1991. Sociedade Brasileira de Patologia Clínica, sob patrocínio da Enzilab Hospitalar LTDA. Professor Adjunto da Faculdade de Ciências Médicas, UERJ e Professor Adjunto IV do Departamento de Microbiologia Médica do Instituto de Microbiologia da UFRJ. Foi Coordenador dos Cursos de Pósgraduação da Faculdade de Ciências Médicas da UERJ. Foi Coordenador do Centro de Referência Nacional de Difteria e outras Corinebacterioses, do Ministério da Saúde. Coordenador da Linha de Pesquisa – Corynebacterium diphtheriae. Síntese da linha de pesquisa: Formiga, L.C.D. 1985. New possibilities for Laboratory diagnosis of diphtheria. Brazilian J. Med. Biol. Res., 18:401-402. Casado. Quatro filhos.

.

.

brunooyellow Meus queridos amigos e irmãos, eis aqui mais um excelente artigo do confrade Luiz Carlos Formiga, agora muito bem acompanhado da sua belíssima e querida filha Lívia B. Formiga que, introduzida pelo pai, faz apontamentos valiosíssimos sobre a temática da Saúde e da Doença, numa extraordinária anamnese holística, mostrando todo o ciclo e estágios de um processo cujo termo final é a intitulada Doença. Um primor de artigo! Leiamos então.

Que Jesus abençoe Luiz e Lívia, pai e filha hoje, mas velhos companheiros de jornada evolutiva em muitos avatares, nesse casarão universal chamado Terra.

Sejam felizes sempre, queridos!

Que Jesus abençoe a todos nós!

Bruno Tavares

chverde1

.

lorenz

.

.

A MENSAGEM DE HOJE NO BLOG

.

 chverdec1

QUADRO DO PINTOR PERNAMBUCANO

ANTÔNIO CARLOS CASTANHA TAUA GOMES

abrunofclarablogbrilho

.

Francisco e Clarinha de Assis

Patronos deste Blog

.

fcc

.

.

.brunovg

carinhachn

.

.

cqchcc