.

Pois é amigos! A gente se prepara, mas perder mãe não tem preparo que dê jeito! Sentir o colo que mais nos confortou na vida ficar gelado e sem vida é muito difícil!! Lembro que quando meu pai morreu mamãe me contou que havia pensado; “foram embora as últimas pessoas que dariam a vida por mim”, se referindo também aos seus pais. E hoje tenho essa sensação…

Minha mãe era a alegria e o bom humor personificado, foi muuuuito amada e feliz! Foi encontrar hoje o amor da vida dela! Fico me dizendo que matéria não tem valor, que o que importa é o espírito, mas me surpreendo com a dor dilaceradora de ter que me despedir de um todo que amo, a matéria que junto com o seu espírito diferenciados que me deram a oportunidade de viver novamente. Sou muito grata a minha mãezinha, por me escolher como filha e ter me dado uma família feliz!! Siga em paz mãezinha, até um dia!!! Amo muito vc para sempre!

.

vp4

Os Pais de Valéria Pessôa no Dia do Casamento

.

Como é rápido desmanchar um lar, as coisas que dão estrutura e amparam uma vida inteira. Cada cantinho, cada cacareco sem importância para os que olham de fora tem uma história para quem viveu e compôs aquele ambiente. Nas divisões os “companheiros” se separam, enfeites vivendo juntos há mais de dez anos, jogos de louça ou copos. Par de travesseiros pode ser separado? Acho que não… Era mais evidente sua cumplicidade e “união estável” entre eles. Mais duro ainda é a necessidade de filhos “desarrumarem” a casa de seus pais, porque a realidade exige isto.

Desliga-se a parte sentimental e ativa-se o lado prático, para não lembrar que desaparecerão da visão os cenários que você mantém no seu pensamento dos cantinhos que os acolhia, que eram “a carinha” deles. Que mesmo sem nada no lugar, depois de tudo desarrumado e formando pilhas, se dirigir o olhar e fixar naqueles lugares você pode ver tudo arrumadinho com eles lá, rindo, nos olhando com aquele olhar de amor e ternura que nunca mais veremos surgir em ninguém. Sabendo que isto não abala nem um pouco a eles porque já têm outras prioridades, mesmo tentando minimizar este evento, o depois não é fácil. Chegar de volta em casa com sacolas com coisinhas que ainda tem o cheirinho dela, um anel que ainda posso ver se mexendo na mãozinha dela, perfume, porta retrato, e meu Deus… suas cartas para o seu amor, falando de nós, seus filhos que lhe amam tanto e que apesar de estarmos invadindo a sua privacidade, como foi importante ler cada palavra de amor infinito, esperanças de reencontro e sensação de dever cumprido. Não meus irmãos! Vamos levar tudo de volta, remontar, organizar, recompor, vamos respeitar esse lar tão amoroso que nos acolhia de uma forma inigualável. Mas não vai adiantar, agora são só coisas, com valores relativos, alguns com valor monetário, útil e outros simplesmente vão nos provocar flashes de lembranças.

.

vp6

Valéria Pessôa, aí em pezinha aos 4 aninhos, com seus Pais e sua Irmãzinha

.

Precisamos que a vida continue, nos esforçamos para isto, mas esse movimento para que ela continue é uma agressão! Devia ter um botão de “pause” na vida para ser usado em casos de extrema necessidade como estes, a perda de seus pais!! Eu sei que vocês estão vivos, não somente em minhas lembranças e nem no meu DNA, mas espiritualmente, e sei que nos encontraremos um dia de novo, mas enquanto isto a saudade é imensa, mas com muita esperança também. Saber que a vida é eterna conforta imensamente, mas ao mesmo tempo se esforçar para viver no momento não é natural. Agradeço esse equilíbrio e essa serenidade por saber como vocês foram felizes, como se amam e nos amam.

Devia ser óbvio, mas somos gratos a vocês por termos sido filhos muuuuuito amados. Como sei que isso não é condição de filho e que nem todos se sentem assim, minha gratidão aumenta.

Que bom quando você entende e agradece ter tido esses pais!! Que tem certeza que eles planejaram se reencontrar um dia naquele trem, e que daquela paixão nasceria a nossa família linda, não perfeita, mas maravilhosa, me dá uma organização mental necessária para sobreviver. Ter a certeza de que todas as nossas preces amorosas e de gratidão, chegam até vocês, é muito bom. Dentro do meu coração tenho a certeza de quando vocês se encontrarem, além de dizerem da falta que um fez ao outro, vão se aprovar. Papai vai dizer a mamãe: “Você fez um bom trabalho, estou orgulhoso de você”, e mamãe vai dizer a ele: “Você colocou os trilhos antes meu amor e eu fiz o nosso trem continuar”.

.

vp8

Valéria Pessôa (loira) com seus Irmãos e seus Pais

.

Um dia nós encontraremos em uma estação nossa, vocês e nós, seus quatro filhos, que já vieram ao mundo com essa enorme vantagem, tê-los como pais, Graças a Deus por isto!

Ouvi de uma pessoa que amo, no seu enterro mamãe… “Um dia festejaremos mais o desencarne que o nascimento!” Isto me mostra que não perdi vocês, só saíram por enquanto dos nossos campos de visão, como as coisas da casa.

Até um dia meus amores!

.

  • Textos escritos no desencarne de minha mamãe no dia 05/12/16 e dois dias após, depois de algumas providencias práticas começarem a acontecer.

Aos meus pais, Odo Maranhão Pessoa e Edilene Florêncio Pessoa.

Eles se beijavam a vida todaaaaaaa até o fim!

Eles eram lindos!

Só andavam de mais dadas, viam TV de mãos dadas, rezavam por partes na hora de dormir, um dizia uma parte e o outro terminava e também de mãos dadas.

Foi muito lindo ver isto a vida toda!

..

vp10

.

.

vp11  Valéria Pessôa

PSICOTERAPEUTA E COACH, GRADUADA EM PSICÓLOGIA CLÍNICA, COM ESPECIALIZAÇÃO EM TEORIA DE AÇÃO E MASTER EM PNL E COACH.

Recife – Pernambuco – Brasil

.

.

brunooyellow Meus queridos amigos e irmãos, eis aqui este texto poético da mais alta sensibilidade dessa alma de irmãzinha que amo muito, amiga de muito avatares, cujo apanágio maior é a beleza que adorna a sua alma, a ponto de nos brindar com uma pérola do seu coração em homenagem aos seus pais tão queridos. Valéria vive o recente desencarne de sua mãezinha, por isso mesmo conversamos bastante no dia de hoje, 8 de dezembro (feriado em nossa cidade), sobre coisas belas, o valor da família, do querer bem, da amizade e do amor. E ela ao me repassar essas linhas do seu coração, de filha saudosa e agradecida, eu não pude me furtar e resolvi publicar aqui, com a sua anuência e para elevação de todos nós.

Que Jesus abençoe você Valéria, pela família que tivestes, pelos teus pais, pela família que tens e pela vida contínua no eterno-infinito-vim-a-ser!

Que Jesus abençoe ao espírito Imortal de D. Edilene na sua nova morada!

Bruno Tavares

.

.

A MENSAGEM DE HOJE DE BRUNO

.

.

amefa

 .
.

 chverdec1

.

QUADRO DO PINTOR PERNAMBUCANO

ANTÔNIO CARLOS CASTANHA TAUA GOMES

abrunofclarablogbrilho

.

Francisco e Clarinha de Assis

Patronos deste Blog

.

fcc

.

.

.brunovg

carinhachn

.

.

cqchcc