estavam em campanha.

.

ESPLJ

.

O Ministério Público Federal recebeu importante incentivo em sua luta sem tréguas contra os malfeitos: a Federação Espírita da Bahia declarou apoio à campanha ‘Dez medidas contra a corrupção’ – iniciativa dos procuradores da República que integram a força-tarefa da Operação Lava Jato e da Procuradoria-Geral da República..

“A corrupção deve ser uma preocupação do espírita, do cristão e de qualquer pessoa que queira viver numa conduta ética”, disse Peixinho, presidente da Federação Espírita do Estado da Bahia (FEEB).

Os procuradores estavam em campanha por 1,5 milhão de assinaturas- número necessário para levar o projeto ao Congresso, a exemplo do que ocorreu na Lei da Ficha Limpa.

.

cerco

.

A manifestação de apoio à proposta dos procuradores ocorreu em Salvador-BA. Os procuradores Deltan Dallagnol e Roberson Pozzebon,, que compõem o núcleo duro da Lava Jato, e a procuradora Melina Montoya foram à sede da FEEB onde fizeram palestra sobre as dez medidas. Ouviram as palavras de Peixinho e da comunidade espírita.

Diversos participantes da palestra assumiram o compromisso de atuarem como multiplicadores da campanha. Eles receberam kits para difundir as medidas e colher assinaturas.

Do mesmo modo, também o Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia (Cremeb) manifestou apoio às ‘Dez medidas’. O procurador-chefe do Ministério Público Federal na Bahia, Pablo Barreto, a procuradora da República que articula a campanha na Bahia, Melina Montoya, e os procuradores Lava Jato se reuniram com o presidente do Cremeb, José Abelardo Meneses.

.

argucia

.

Os procuradores detalharam as dez medidas e a importância do apoio da classe médica. A diretoria do Conselho de Medicina já havia entregue à Procuradoria na Bahia cartas de apoio às Dez Medidas durante o lançamento da campanha no MPF/Bahia.

“A corrupção mata por mistanásia, quando o cidadão não consegue acesso ao sistema de saúde”, disse José Abelardo Meneses. “Os desvios de recursos financeiros aliados à gestão ineficiente são os grandes responsáveis pelo subfinanciamento do sistema público de saúde. Isso ocorre porque a legislação brasileira é muito tolerante com os agentes do crime. A mudança neste cenário depende de todos os cidadãos honestos e intolerantes com a impunidade.”

.

Por Fausto Macedo e Julia Affonso

do Estadão-Política

.

COMBS

* AS IMAGENS SÃO ESCOLHA E RESPONSABILIDADE 
DE BRUNO TAVARES

.

brunooyellowMeus queridos amigos e irmãos, eis aqui um artigo importante, retirado de uma reportagem do Estadão, que vem demonstrar que os espíritas não são amorfos, sem emoção, sem sensação ante os problemas políticos por que passamos nessa quadra nacional; pelo contrário, estamos atentos, alertas, vigilantes e muito participativos e atuantes como revela a reportagem com relação ao apoio dos espíritas às medidas para sanarem a corrupção nesse país, verdadeiro câncer a corroer as reservas nacionais.

Que Jesus abençoe a todo aquele que não se exime de posicionar-se pelo bem comum e pela justiça, porque como diz o espírito André Luiz: “O homem que quiser ajudar o presente, precisa viver o futuro da raça”!

Que Jesus abençoe a todos nós!

Bruno Tavares

.

.

A MENSAGEM DE HOJE DE BRUNO

.

.

oficina

 

 .
.

 chverdec1

.

QUADRO DO PINTOR PERNAMBUCANO

ANTÔNIO CARLOS CASTANHA TAUA GOMES

abrunofclarablogbrilho

.

Francisco e Clarinha de Assis

Patronos deste Blog

.

fcc

.

.

.brunovg

carinha chn

.

.

cqchcc