.

.

hepsiq2

HOSPITAL ESPÍRITA DE PSIQUIATRIA – ANÁPOLIS-GO

.

A Revelação Espírita trouxe-nos, pela palavra dos Espíritos Superiores da Codificação, a mensagem de que a terra já se encontrava em período de transição, de mundo de expiação e provas para mundo de regeneração. Assistiríamos a uma luta encarniçada entre duas ordens de espíritos, portanto uma luta de natureza moral, entre os refratários ao bem e os que desejam reformar-se, educar seus sentimentos e permanecer na terra renovada.

Nós, espíritas, não desconhecemos as dificuldades da hora presente. É fácil percebê-la olhando dentro de nós e ao nosso redor, no indivíduo, na sociedade e em suas instituições.

Vejamos um parágrafo da mensagem extraída da Revista Espírita de outubro de 1866, ditada pelos Espíritos Superiores em reunião na Sociedade Parisiense:

“ E como se a destruição não marchasse bastante depressa, ver-se-ão os suicídios multiplicando-se numa proporção incrível, até entre as crianças. A loucura jamais terá ferido um número maior de homens que antes da morte serão riscados do número dos vivos. São estes os verdadeiros sinais dos tempos. E tudo isso realizar-se-á pelo encadeamento das circunstâncias, assim como dissemos, sem que em nada sejam derrogadas as leis da natureza.”

.

HOSPITAL ESPÍRITA DE PORTO ALEGRE-RS

hers1

.

Meus irmãos, isto nos foi revelado com toda clareza, e vem sendo confirmado desde então pelos benfeitores em mensagens que nos chegam diariamente do Alto.

Foi uma revelação. Para que serve? Certamente para esclarecer, advertir e dar tempo para preparar-nos individual e coletivamente para os difíceis dias futuros. Assim deve proceder o homem prudente.  Mas o que temos feito, no campo em que nos restringimos neste artigo,  para atender ao  aumento esperado dos casos de loucura e suicídio?. Não podemos alegar desconhecimento, os espíritas, pois a mensagem original sobre o tema é de 1866. Temos feito palestras sobre o tema, para conscientização individual, isto é muito bom. É verdade que a palavra edifica, mas a vida exige mais, exige concretude, passar das palavras à ação. É sobre esse ângulo que gostaria de abordar o tema.

O que no passado se rotulava de loucura, à época de Kardec, hoje, com o avanço da medicina se chama transtornos mentais, alguns deles levam à loucura, outros não, mas nem por isso deixam de ser psicopatologias severas, exigindo internação. As estatísticas oficiais de saúde corroboram o que todos sabemos: o crescimento vertiginoso dos transtornos mentais. Como disse antes, para comprovar, é só olhar à nossa volta.

Como previram os Espíritos Superiores em 1866, cresce também pari-passu com os transtornos o número de suicídios, especialmente entre os jovens, dentre os quais constitui a segunda causa de morte. Transtornos mentais e suicídios estão interrrelacionados, pois os transtornos são a principal causa predisponente ao suicídio.

.

HOSPITAL ESPÍRITA DE PSIQUIATRIA BOM RETIRO – CURITIBA-PR

hpbretiro

.

Estamos falhando coletivamente, a despeito da revelação dos Espíritos. Não desconhecemos o valoroso trabalho da assistência social espírita. No entanto, a hora pede mais, mais esforços para criar canais de atendimento à imensa demanda dos que ainda não encontraram o sentido espiritual da vida, e estão vergados ao peso de dores cruciantes.  De nós, espiritas, mais será exigido em todos os campos, na reforma íntima e nas obras sociais, pelos talentos confiados- conhecimento e revelação. Onde os empregamos? Em palestras e outras tertúlias, falando sempre para nós mesmos.  E as obras que a duras penas os pioneiros do Espiritismo erigiram em tempos passados: Os Hospitais Espíritas, de hansenianos, de penfigosos, e no caso em exame, os psiquiátricos. Por décadas, eles os mantiveram de portas abertas, suprindo a carência de leitos públicos para pacientes psiquiátricos, fato que é verdade ainda hoje. São um patrimônio do movimento espírita que nos incumbe cuidar com o maior zelo.

Eles nos legaram essas obras, espalhadas pelo Brasil afora. E a nossa geração, o que estamos fazendo para honrar a memória desses espíritas valorosos. Vamos apagar a luz e entregar as chaves. Para quem?

Se fecharem, para onde irão os pacientes? Para a sarjeta? O sistema público não tem como absorvê-los.

Ademais, há um fato importante, que merece nossa consideração como espíritas. Um Hospital Psiquiátrico Espírita, não é um hospital comum, pois ali se exerce em mais alto grau a aliança da medicina com a espiritualidade. Quando essa aliança ocorre os resultados são fantásticos: Dr. Inácio Ferreira, com a colaboração da médium D. Maria Modesta, no Sanatório Espírita de Uberaba, fundado em 1933, conseguiu curar a maioria dos seus pacientes, pois a causa primária do transtorno mental era a obsessão. O resultado do seu trabalho científico de décadas ficou registrado em seu livro “ Novos rumos à Medicina I e II (1945-1948 ).

.

doisnrmed

.

Então, meus irmãos, se de tudo isso sabemos, porque desprezar o ensino que nos tem sido dado do Alto? Deveríamos, ao contrário de fazer uma conclamação para não permitir que os Hospitais Espíritas fechem as portas, estarmos trabalhando ativamente para ampliá-los e dotá-los de melhores condições de funcionamento, assegurando-lhes sustentabilidade.  A demanda crescerá e muito, disto estamos certos. Consultórios e ambulatórios não bastarão, serão necessários muitos leitos para internação, a despeito da eficácia dos modernos medicamentos.

A doutrina nos ensina que temos responsabilidades individuais e coletivas, e tanto num quanto no outro caso responderemos pelo mal que fizermos e pelo mal que resulte do bem que, podendo, não tenhamos feito.

O transtorno mental é o patinho feio da saúde, e o seu portador o estigmatizado de todos os tempos. Nosso olhar caridoso deve mantê-los bem perto de nossas vistas e corações, pois são os invisíveis do mundo, os mortos-vivos, os que perderam o endereço de si mesmos. É para esses que nosso Mestre recomenda maior atenção e carinho, pois incapazes de cuidar de si mesmos.

Em resumo, o que desejamos: Conclamar o movimento espírita, as Casas Espíritas, para concretizar em obras o que a doutrina nos tem ensinado, ajudando a manter de portas abertas instituições de saúde mental, espíritas,  que ofereçam internação hospitalar para os necessitados de hoje e dos muitos que baterão às nossas portas em futuro bem próximo.

Cada um individualmente, ou grupos trabalhadores de cada Casa, visitem os Hospitais de sua região, conheçam suas necessidades e ,com certeza, as formas de ajudar aparecerão. Estamos, pois, neste momento, em luta pela Causa, a Casa depende da escolha de cada um.

.

SANATÓRIO ESPÍRITA DE UBERABA-MG

sanatuber1

.

Para terminar, dois parágrafos, pois já vai longe o que pretendia ser breve.

O primeiro, um trecho da mensagem do Espírito Miguel, inserta no capítulo XIII do Evangelho Segundo o Espiritismo, com o título “A Piedade”. Adverte-nos: “Nunca, portanto, abafeis nos vossos corações essas emoções celestes (caridade ); não procedais como esses egoístas endurecidos que se afastam dos aflitos, porque o espetáculo de suas misérias lhes perturbaria por instantes a existência álacre. Temei conservar-vos  indiferentes quando puderdes ser úteis.”

Por último, de mim sai apenas um sussurro, mas trombetas anunciam a mesma mensagem, na esperança de encontrar ressonância em corações banhados pela luz do evangelho.

Que nosso Senhor nos envolva a todos em sua paz.

.
NOTA > No site espiritismobrasil.com encontra-se uma lista de Hospitais Espíritas. Serve como uma primeira referência para a busca. Não pesquisei na lista oferecida os serviços prestados por cada um. O nosso foco, no entanto, deve ser os que ofereçam, pelo menos, serviço ambulatorial psiquiátrico.

.

PAULO REZENDE

paulorezende1

.

brunooyellowMeus queridos amigos e irmãos, eis aqui um artigo très urgent (de urgência urgentíssima) do meu querido amigo Paulo Rezende, um economista que reside em Niterói-RJ. O querido Paulo, conversando comigo, manifestou imensa preocupação com a situação dos Hospitais Psiquiátricos Espíritas pelo Brasil, mergulhados em profunda e dolorosa crise, alguns ameaçados até de fechar as suas portas definitivamente.

Paulo, com muita lucidez e total razão, afirmou que todos nós os espíritas sérios, de todas as áreas de atuação, residentes em qualquer rincão de nosso país, precisamos cerrar fileiras e bradarmos a todo o movimento espírita sobre essa situação acachapante dos nossos hospitais psiquiátricos. Incontinente, concordei com Paulo e sugeri que o mesmo escrevesse um artigo, um texto ao qual daríamos publicidade em todas as mídias pelo nosso blog. A missão que o próprio Paulo se investiu foi realizada a muito contento e trazemos, aqui e agora, o seu resultado nesse texto que é um libelo a despertar toda a consciência espírita para tão pavorosa questão!

Que Jesus abençoe a ti querido Paulo Rezende, oxalá o teu grito, em forma de letras, alcance a muitos, senão a todos, os que laboram nas áreas médicas e de saúde mental, em todas as áreas, enfim, para que todo um trabalho, já de século, de realizações pioneiras e maravilhosas no campo da saúde mental vinculada à espiritualidade, não tenha solução de continuidade, jamais! 

Que Jesus abençoe a todos nós!

Bruno Tavares

.
A MAIOR ARMA DA PSIQUIATRIA DO FUTURO

.

AKPSI3

AS IMAGENS E VÍDEOS SÃO ESCOLHA E
RESPONSABILIDADE DE BRUNO TAVARES

.

.

BRITHS

 .
.

 chverdec1

.

QUADRO DO PINTOR PERNAMBUCANO
ANTÔNIO CARLOS CASTANHA TAUA GOMES

bfcblog1

.

Francisco e Clarinha de Assis

Patronos deste Blog

.

fcc

.

.

cqchcc