.

.

avcb1

.

UM AVC ESPIRITUAL

.

Mais um dia de trabalho para o Joaquim, no Hospital central onde é psiquiatra. O dia chuvoso trouxe-lhe poucos doentes. Entretanto, foi chamado para ver um doente que tinha entrado nas urgências com um AVC (acidente vascular cerebral).

Perguntava-se ele: “para um psiquiatra?“

.

.

Habituado às idiossincrasias diárias da vida de um médico psiquiatra, que praticamente já vira de tudo, lá disse à auxiliar que, podia mandar entrar o doente com o AVC, mas que aquele assunto não era da sua especialidade.

A enfermeira e a auxiliar insistiam que aquele AVC era “diferente”, pois tinha sido visto pelos médicos da urgência e, o doente não tinha nada, e quando é assim… manda-se para o psiquiatra!

Joaquim contava as horas para sair do serviço, e regressar ao aconchego do lar, revendo os familiares.

.

avc

.

O doente lá entrou e, depois de examinar atentamente o registo do doente, de facto, aparentemente o doente não tinha qualquer patologia, pensava Joaquim. No entanto, o mesmo aparentava todos os sinais de um AVC.

Um familiar que o acompanhava, disse que o doente costumava ter umas situações “esquisitas”, “sabe Dr. parece daquelas coisas, que se fala por aí…”

Joaquim perguntou que coisas: “aquelas coisas de médiuns….”, já ouviu falar? Ás vezes dá-lhe estas coisas, sabe, Sr. Dr….?!!!!”

“Hummm….” Foi a resposta discreta do médico.

De repente, fez-se-lhe luz.

.

mediunidade_e_medicina1

.

Joaquim, além de médico, psiquiatra, era um entendido e estudioso da mediunidade (percepção extra-sensorial) e da doutrina espírita (ou espiritismo), e as coisas começaram a compor-se no seu “puzzle” mental.

Joaquim apercebeu-se que o doente apenas era um médium deseducado, sem conhecimento da faculdade que possuía (o sexto sentido ou mediunidade) e daí os achaques e as doenças-fantasma.

Joaquim, apercebendo-se pela sua sensibilidade espiritual, da presença de um ser já falecido junto do doente, começou a falar com o ser falecido (embora o doente e o familiar pensassem que o médico falava com o doente) e, foi mentalmente pedindo ajuda espiritual para aquele ser que teria falecido com um AVC, e cujos sintomas o doente, médium sem saber, captava telepaticamente.

.

TRIESP1

.

Os médicos, precisam urgentemente conhecer o espiritismo e a mediunidade, para melhor poderem entender o ser humano, na sua condição de espírito imortal, temporariamente num corpo carnal.

Passados uns 10 minutos de evangelização e apelo à confiança em Deus, o doente foi recuperando a lucidez, até voltar ao “normal”, enquanto o falecido com um AVC era recolhido pelos amigos espirituais do médico (guias ou anjos da guarda).

.

ORAAVC1

.

Joaquim, informou o doente que estava tudo bem e, que podia ir para casa, que não se preocupasse e, pese o alívio do mesmo, o seu familiar não se conformava: “Mas, oh, Sr. doutor, não lhe vai receitar nada?”

Joaquim, habituado à psicologia do quotidiano ripostou: “olhe, a srª acredita naquelas coisas, que falou há pouco?”

“Acredito sim, sr. Dr.”

“Então pegue no seu familiar e leve-o a um centro espírita, na localidade X, que lá ele pode ser ajudado, pois o caso dele não é físico mas espiritual”.

.

.

O sorriso da esposa do doente (como que dando a entender, até que enfim que alguém me entende), foi o melhor pagamento que o médico poderia ter naquela noite chuvosa.

E enquanto o doente e a esposa se despediam no meio de mil agradecimentos, Joaquim, médico, psiquiatra, espírita desde pequeno, ficava a meditar em quanto sofrimento haverá por esse mundo fora, com pessoas, cuja doença é apenas serem portadoras de uma faculdade espiritual (mediunidade, sexto-sentido ou percepção extra-sensorial) que os psiquiatras que não conhecem o espiritismo, rapidamente etiquetam de psicóticos e encaminham para um internamento desnecessário.

Naquela noite, Joaquim tinha tratado o seu primeiro “AVC espiritual”, pensava ele, sorridente e, agradecendo a Deus a oportunidade de ser útil àquele ser humano.

Estamos em crer que, um dia, os currículos de medicina contemplarão as faculdades espirituais do ser humano, a fim de não serem catalogadas como patologias.

Que venha depressa esse tempo…

.

nbast1

.

brunooyellowMeus queridos amigos e irmãos, os tempos verdadeiramente e definitivamente são chegados! Eu, Bruno Tavares, não pensei que estaria vivo, na dimensão física, para ver triunfar, na contemporaneidade da minha encarnação, os princípios espíritas em todos os departamentos da vida humana na Terra, mas principalmente, isso me surpreende muito, a velocidade aceleradíssima com a qual acontece no campo das ciências médicas, mas notadamente na medicina e na psiquiatria.

Eis aqui este artigo magistral, em toda a singeleza com a qual as grandes verdades se apresentam sempre. A antevisão de Kardec cumpre-se maravilhosamente, a da Aliança da Ciência com A Religião. Festejemos, no imo da alma, esta aurora, o raiar de um novo paradigma para a humanidade!.

Que Jesus abençoe a todos os que tiveram a ousadia de proclamar, corajosamente, a Ação de Deus, no período em que a ciência humana estava obnubilada, um período de trevas que vai ficando para trás!

Que Jesus abençoe a todos nós!

Bruno Tavares

.

.

.

JKG

AS IMAGENS E VÍDEOS SÃO ESCOLHA E
RESPONSABILIDADE DE BRUNO TAVARES

.

.

EDM1

 .
.

 chverdec1

.

QUADRO DO PINTOR PERNAMBUCANO

ANTÔNIO CARLOS CASTANHA TAUA GOMES

 .

bfcblog1

.

Francisco e Clarinha de Assis 

Patronos do Blog do Bruno Tavares

.

fcc

.

.

cqchcc