.

.

.

tpmentiras

DEUS ESTÁ POR MERECER UM PUXÃO DE ORELHAS ? ARTIGO DA PSICÓLOGA ESPÍRITA VALÉRIA PESSOA

.

.

MEDIUMT1

.

Tenho recebido ultimamente muitas mensagens catastróficas, com previsões atemorizantes sobre a Transição Planetária e muitos dos que me passam querem ouvir o que penso a respeito. Recebi em grupos de WhatsApp, textos “assinados” e até vídeo de um médium que não se identifica, certamente se acha muito conhecido, apesar de mostrar o rosto, não diz o seu nome. As pessoas que estão repassando, assustadas, ainda misturam as informações dizendo se tratar de um médium que fez previsões sobre alguns fatos que já ocorreram, o que não é verdade.

Convites com ameaças veladas para que cuidemos da “limpeza” do planeta, com hora marcada, previsões de catástrofes, de cataclismos que nos assustam por conta da dimensão da desgraça, tsunami chegando agora, agendado para este dezembro, destruindo algumas cidades litorâneas do nosso Brasil!  Basta ler a obra de Kardec para se informar que a Transição não se dará desta forma, as questões materiais não são o foco e sim outras bem mais complexas e sem o caráter punitivo, externo.

Outro dia recebi um link com um artigo de um determinado Blog espiritualista que me fez refletir muito sobre este tipo de postagens que causam tanto sensacionalismo e polêmica.

Como se já não fosse suficiente a própria pressão da urgência de nossa reforma íntima que o período de transição planetária nos cobra, se quisermos fazer parte da nossa Terra na hora em que esta evolui para um planeta de regeneração, ainda nos deparamos com uma categoria de terroristas, que disparam suas bombas emocionais para nos assustarem, nos tornarem medrosos, com sentimentos de abandono e abalarem a nossa fé!

Com que objetivo? Nos estimular a reagir? Mas como, se de imediato, o medo nos paralisa e a falta de expectativas nos deixa literalmente “desesperados”?

.

BRASILT1

.

Como podemos acreditar que Deus “depende” de nós ou “espera” por nós para fazer esta Transição? Como Jesus, governador de nosso planeta, pode não ter planos A, B, C e outros tantos mais, e ainda está esperando de dedinhos cruzados que nós não emburremos e desistamos e soltemos a alça do planeta??

Qualquer pessoa, qualquer empresinha, qualquer governo tem alternativas contando com variáveis possíveis. Como Deus que “tudo sabe e tudo vê”, com suas leis perfeitas, pode esperar de nós, espíritos imperfeitos, em começo de carreira, portanto bem mais próximos da extrema ignorância do que conscientes de nossas responsabilidades, que sejamos colaboradores treinados?

Seria imaturidade no mínimo ou quem sabe uma visão romântica esperar tanto desses seres que mal se sustentam em suas duas pernas ainda! Mas Ele nem desconfia disto porque o seu amor é cego!

Por este prisma melhor é demitir Deus por seu fracasso em planejamento!! Se reencarnar está tão difícil quanto passar em concurso público, se tem de fato uma população de trinta bilhões de espíritos (e vamos logo exagerar pra causar mais pânico ainda), querendo reencarnar, se hoje a média de filhos é de 1,5 por casal, precisamos urgentemente lembrar a Deus que ele criou outros mundos, que ele pode se utilizar de intercâmbio, da pluralidade dos mundos.

Que Jesus precisa exercitar o desapego e liberar esses pobres e saudosos sofredores da lista de espera da Terra, que pode aprender com o ENEM, que seleciona por média e disponibiliza Universidades do Brasil inteiro para os merecedores, mais ou menos “cada um conforme suas provas”, ops… “obras”!

.

2018MD

.

Imagina se Ele precisaria lembrar que não existe necessidade de ficar refém deste boicote dos casais nesta greve geral de fabricação de novos corpos? Mostra a eles quem é que manda! Religa trompas, faz esquecerem os anticoncepcionais, manda o cupido fazer hora extra produzindo incautos apaixonados, se utiliza mais dos mulçumanos (eles têm ooooutras taxas de natalidade por casal)! Eiiii aquela das pílulas de farinha foi tacada de Mestre!!

Vamos meus amigos, vamos ajuda-lo a lembrar de Seus próprios métodos que por respeito e pudores conosco estão esquecidos…

Imaginem que não para por aí, um dos textos nos diz que temos que nos preocupar também com um tempo entre 400 a 700 anos na erraticidade, à espera de uma nova oportunidade de ocupar outro corpo. Já não basta todo dia a preocupação bem atual com a Previdência falida, agora nos deparamos com a falência no “Ministério da Reencarnação”??? Como isto não foi previsto? Por que isto tem que ser uma preocupação nossa? Deve ser porque Deus cochilou, deixou o botão que fabrica espíritos ligado e quando acordou viu a besteira que tinha feito criando este gargalo na linha de produção e agora, desesperadamente vai precisar de uma equipe de publicidade muito competente para criar uma campanha que anestesie as pessoas para que de agora em diante adiram ao projeto Pró Natalidade!

Seguindo ainda as informações desses “experts” em Transição Planetária, encontramos pérolas como; “Há espíritos que não reencarnam há séculos e precisam se apressar se quiserem permanecer no planeta”, me fazem dizer, lamento meu amigo, não sei onde você leu que somos nós que decidimos o momento e onde reencarnamos! Tá pensando que é assim? Que se reencarna por indicação e que pode furar a fila? Saiba que até para isto você tem que ter permissão! É uma teia tão perfeitamente calculada e planejada, local, época, grupos, ordem de nascimento e papéis a desempenhar dependendo de nossas falhas ou merecimentos, muito mais complexos que novela da Globo.

.

mediumbola

.

E dependendo de nosso preparo moral e emocional, varia a intensidade de sua participação na confecção de seu próximo corpo, assim como a consciência na formatação das expiações e provas pelas quais teremos que enfrentar!

Não desvalorize uma das coisas mais bem engendradas e brilhantes que já tive o prazer de ver descritos nos livros!!

Se confiamos verdadeiramente que a passagem nos diversos corpos é uma experiencia pedagógica, porque a “deportação” seria realmente uma coisa verdadeiramente ruim? Até porque, ela acontece para somar positivamente em nossa existência. São muito bem vistos em processos seletivos do mercado, profissionais que moraram fora do país, como uma oportunidade de amadurecimento, mostra que precisaram ser criativos, equilibrados, resignados e resilientes, e portanto, vai somar em seu currículo.

Quem diz que acha “assustador” viver tanto tempo longe da matéria como uma tortura, precisa se instruir e se espiritualizar mais! Primeiro, nossa noção de tempo é beeem diferente de como se afere na espiritualidade. O que são 400 a 700 anos dentro da eternidade, ou melhor dizendo da “infinidade”? Você sabe dimensionar isto? Nem eu! Então não é importante, porque mesmo no meu atual e imenso nível de ignorância, de imediato já atenuo me dizendo que são como algumas noites, sobretudo se este não for meu maior objetivo, esperar! Porque se estivermos ocupados, trabalhando, estudando, aprendendo, quem estará contando, como só um espírito ocioso estaria. Esta foi outra coisa magnífica que aprendi que me deu conforto e me livrou da crença que me atemorizava antigamente, uiiiiii o céu!! Ai que medo do céu genteeeeee!!

.

enter

.

Sinceramente, eu já não tinha medo do inferno, porque como pensava que já havia abandonado hábitos de demônios, já não era uma preocupação desta encarnação, mas me preocupava que este céu desestimulasse meu processo de aspiração a anjo. Um céu monótono, que se materializou para o aumento do meu desespero na novela “A Viagem”, como pessoas de roupas brancas e sorrisos bobos na face, lagos e flores, anjinhos cantando (a mesma música chaaaata) e brincando de roda… nada o que fazer a não ser caminhar e descansar (de que????) às margens do lago comtemplando a paisagem… monótonooooooo….

Pai de infinita bondade, me livre deste céu de preguiçoso e de inutilidades!! Deus me livre de merecer o “descanso eterno”!!

Se encarnamos em clãs e os papeis se alteram, entendo que meus laços sanguíneos são transitórios, que tenho espíritos afins e familiares tanto “aqui”, vivendo suas experiencias no corpo físico comigo, como no mundo espiritual, esperando saudosamente a minha chegada, já que nos encontramos quando dá, em breves momentos de desdobramentos.

Se amo tantos os que fazem ou fizeram parte deste ciclo nesta “vida”, e não tenho noção de quantos mais que amo e me amam, mas não reencarnaram desta vez, como posso saber se a população do meu grupo “carnal” está maior ou menor desta vez?

.

ultimar

.

Então não faz sentido novamente outra reflexão penosa que nosso irmão nos estimula a fazer, pensando na saudade que ficaremos no desencontro das pessoas queridas neste descompasso de falta de oportunidade de reencarnar. Ora, se pensarmos que um de nossos mais importantes aprendizados é o relacionamento e o amor, que forma egoísta e materialista é essa em que eu penso que meu ciclo de amizade e amor é tão pequeno que posso em algum momento, se perder o “trem”, ficar só, “lá ou aqui”?

Demoro a desencarnar ou reencarnar e perco o compasso, desencontro ou reencontro, como se fosse uma roleta russa, se conviver com as pessoas com as quais partilhamos experiencias reencarnatórias fosse uma questão de sorte, ou competição de velocidade ou esperteza, pois no texto é dito como um conselho para nos apressarmos! E se todos nos apressarmos por conta própria, aí sim, nos depararíamos com a falta de corpos, problemas com o “just in time” no processo!! Vamos ajudar Deus e dar margens a imaginação para contribuir na solução deste problemão, e começo a pensar em rodízio no uso dos corpos, será que vale como experiencia comprovada, para cada expediente um espírito ocupar o mesmo corpo? Vi isso uma vez como alternativa para combater o desemprego, menor carga de trabalho por pessoa, para que fosse necessária a contratação de outro profissional para executar o serviço completo…. hummmm que delírio!!

Mas veja, pelo que li, Deus está precisando de nós, façamos então um “brainstorming” (tempestade ideias), quem sabe deste mato sai “coelho”? E por falar em coelho, ainda tem a metempsicose, na falta de corpos humanos, se fizesse uma exceção à regra, digo a Lei, poderia ser uma alternativa, não é? Sorry…..

Outro trecho que me dá vontade de comentar, é quando é dito que “…não deve ser agradável saber de pessoas que estão sofrendo, em parte por coisas que fizemos”. Só gostaria de lembrar, que grande parte do nosso tempo na erraticidade será reparar, tentar minimizar os nossos mal feitos de sempre!! É que sempre estaremos ocupados em ajudar a melhorar, o outro, a si próprio e aos mundos!!

.

antesr

.

Aí vem outra partezinha que diz: “Não acho que corramos o risco de ser deportados para um planeta inferior……mas é fácil perceber que a maioria está abaixo de nós, intelectual e moralmente” (?????????) Nós quem, “cara pálida”? Fiquei imaginando que teria que ter uma senha para se conseguir ler este artigo, ou para que por atração fluídica, somente “alguns” pudessem ter acesso e assim teria a certeza de estar falando para este “nós”!

Quem está abaixo ou acima de “nós”? Como se pudéssemos ser avaliados somente por atitudes que observamos, se não fossemos herdeiros de todas as nossas personas, e como se uma atitude errada nesta encarnação me descredenciasse para sempre de pertencer a categoria dos “nós”. Quando na verdade, até na lei dos homens existem atenuantes para quem por paixões, cometem erros imensos e passíveis de punição e subtração da capacidade de convivência com outros, e sem aqui querer defender de maneira alguma um “criminoso”, quando algumas vezes até a própria vítima reconhece o equívoco da pessoa no momento e o perdoa, como posso achar que é tão simples identificar e julgar, dando uma punição perpétua de não pertencer a categoria dos “nós”!

Matar a esperança de um Deus perfeito, que é bom e misericordioso, que tem ciência e controle de tudo, que nada acontece fora da ordem… Que o “acaso”, o sem causa, não existe ou seria a negação de que Deus é a Inteligência suprema e causa primária de toooooodas as coisas. Como posso supor que Deus está precisando de uma consultoria “nossa” (de nós), e agora sim, “nós”, seres ainda tão primitivos em nossa capacidade de entender fora do nosso quadrado, enxergar além dos nossos horizontes, amar fora dos limites de nossas casas!!!

Que seleção tendenciosa e pueril, que se a “peneira” fosse hoje, de sete bilhões de espíritos encarnados, fossem escolhidos um em cada três, você acha que estaria entre os que passariam para o planeta de regeneração, baseado em que check list? Tem algum circulando por aí, para esta sensação tão confortável de segurança ou você recebeu o gabarito da prova e “tá tranquilo e favorável”? No comportamento caridoso para com o próximo também está incluso o “não julgar”, não carimbar algumas pessoas como CBD’s, “comem, bebem e dormem”, como você os chama. Às vezes é melhor ser um ser ignorante e materializado, porque esses ainda despertarão um dia, e para que fique bem claro, todos, até esta categoria, também são filhos desse Deus!

.

crifd

.

Obrigada por nos alertar que Deus está por merecer um puxão de orelhas se não parar de criar espíritos e promover um caos nesse sistema que Ele mesmo inventou como sendo sua “justiça”!

Reencarnar não é merecimento por si só, é necessidade e oportunidade de aprendizagem evolutiva, para alguns espíritos muito endividados é visto até como “castigo”. E se pensarmos o quanto é custoso o aprisionamento no escafandro, que é a veste carnal, atemorizante como “dia de prova” para o estudante, não devia servir de “ameaça” o tempo maior ou menor entre uma encarnação e outra, porque temos a certeza de que até isto servirá de um propósito, que da parte da espiritualidade comprometida no planejamento reencarnatório, existe total empenho em nos ajudar no nosso caminhar para a angelitude!

“O escândalo se faz necessário, mas ai de quem o provocar”, nem sei porque lembrei disso agora…

Tudo bem, sejamos mais pragmáticos e usemos o bom senso. A população mundial cresce a cada dia não é verdade? Talvez meu amigo, você esteja querendo fechar os olhos para os locais onde hoje temos as maiores concentrações demográficas do planeta, e por que será? Realmente não são áreas que escolheríamos de bom grado, sem pensar que seriam encarnações difíceis, com muitas dores, porque não precisamos mudar de planeta para expiar nossas responsabilidades de todo o sempre não!! Do mesmo modo que os Capelinos Egípcios pensaram estar revivendo em corpos de animais, tal foi a sensação de retrocesso que sentiram ao receberem seus desafios em corpos e planeta mais primitivo, posso também me abismar por uma próxima encarnação em uma parte tão carente e primitiva deste mesmo mundo em que vivo, que talvez, inconscientemente, eu reflita mais tarde que não preciso mudar de planeta para reconhecer que existem muitas moradas na casa do meu Pai.

.

ment

.

Preciso lembrar, caros irmãos, que a concorrência é aberta ao Universo! Que podem vir reencarnar aqui qualquer um que assim for determinado pelas Leis Divinas e não tem nada que possamos fazer para defender “a prata da casa”. Que sempre terá um planetinha a nossa altura que generosamente vai nos abrigar com corpos adequados para viver nele. A Terra sabemos, é planeta de expiação e provas, e como ela, existem outros em condições similares e povo parecidinho conosco, onde reencarnando nos sentiremos em casa, bem, mais ou menos, uma casa que vivemos faz tempo….

Agora, ao invés desta preocupação com críticas ou estímulo a providencias que não são da nossa alçada, e que tiram o sono de muitos desavisados, se procurássemos trabalhar em prol de nós mesmos, ajudando aos outros de toda e qualquer maneira, usando os nossos “talentos”, quem sabe um dia estejamos numa condição de ser convidados a encarnações em mundos mais felizes e aí, mudados, com outra forma de ver, além da necessidade de nos darmos bem, poderemos até recusar essa transferência se o nosso maior valor for trabalhar incansavelmente em favor da humanidade, como fez o nosso querido Dr. Bezerra de Menezes, que podendo reencarnar em mundos muito melhores com os quais tem afinidade, abriu mão de usufruir da benesse dos bons, para nos ajudar a acordar e caminhar!!

Fico pensando se isso não é coisa de um ego orgulhoso, procurando defesas psicológicas para mais tarde, quando numa roda de “amigos ou comparsas” se justificar:

– “Muito difícil reencarnar na Terra nessa fase de Regeneração! Concorrência desleal, quase 4,3 espíritos para uma vaga, a turma dos santinhos liderando, vagas abertas a qualquer um do universo, de qualquer galáxia. Uma pressão imensa, com “Data Limite” e inúmeros livros mostrando que vivíamos nossa última oportunidade nesta transição, e Deus ainda por cima criando espíritos novinhos em folha??

.

hreenc1

.

Tô fora! Assim quem não quer sou eu! Aqui sou experiente, neste planetinha primitivo que me colocaram, posso ser líder em uma porção de mercados, isto é, se eu conseguir lembrar de algumas das invenções que aqui seriam novidades… Mas nesse planeta, já vou inovar, vou começar a dar palestras sobre a transição e serei vanguarda porque aqui eles estão ainda muito tranquilos e vou tocar o terror!!!”

Bem amigos, não desconsidero o fato de que estamos no “apagar das luzes” para continuarmos a ser quem somos, que precisamos verdadeiramente nos reinventar, reciclar valores e adotar novas posturas! Também me deixo invadir em alguns momentos sobre a angustia do não feito e do que preciso fazer, em mim. Mas vou seguir me esforçando a me desafiar, a superar minha preguiça, meu egoísmo, orgulho e vaidade, a desprezar as crenças que se alternam, hora “jogo ganho” porque faço uma coisinha boa e hora sensação de vítima “última da fila” quando relaxo e deixo vir à tona as minhas sombras.

Mas a nossa Doutrina me estimula, eu tenho fé! Na verdade, hoje eu SEI, que Deus tem um amor por mim que só conheço em teoria, amor incondicional, que mesmo que me demore a fazer o que tenho que fazer, ele me ama pelo meu potencial, que acredita muito mais em mim do que eu mesma, que a Lei será dura quando tiver que ser porque eu preciso aprender e isto é Sua forma de me educar, mas nunca, nunquinha vai me abandonar.

Então eu preciso ter sim, a preocupação se quero melhorar para merecer vidas melhores, mas que falta de corpo, de mundo e oportunidades nunca precisará ser uma preocupação minha, que vivo cercada de um planejamento perfeito chamado JUSTIÇA DIVINA!!!

.

VALÉRIA PESSOA, AUTORA DESTE ARTIGO

vpessoa

.

brunooyellowMeus queridos amigos e irmãos, eis aqui um artigo da minha querida amiga, trabalhadora da Associação Espírita Casa dos Humildes, de Recife-PE, a psicóloga espírita Valéria Pessoa.

Valéria, desassombradamente, vem fazer o que muitos não fazem, vem falar quando muitos calam, vem denunciar as absurdidades que, em nome de transição planetária, vêm sendo despejadas por todos os meios e veículos, num doloroso atentado à razão e à fé raciocinada, quando repassam essas mentirosas estripulias ditas “mediúnicas” para os incautos e desavisados. Agora e porém, pasmem, pois muitas vezes recebemos esse lixo da subcultura mística, advindo do submundo deprimente do baixo mediunismo, de pessoas com décadas de vivência em centros espíritas, mas com total despreparo doutrinário, que nos leva a angustioso assombro.

Que Jesus abençoe a ti minha querida Valéria, por tão judiciosa e bem humorada análise, como quem não quer pesar já ao peso de tão triste status quo. Saiba amiga, que seu intento foi tranquilamente alcançado. 

Que Jesus abençoe a todos nós!

Bruno Tavares

.

 

.

.

tp3

AS IMAGENS E VÍDEOS SÃO ESCOLHA E
RESPONSABILIDADE DE BRUNO TAVARES

.

.

nage

 .
.

 chverdec1

.

QUADRO DO PINTOR PERNAMBUCANO
ANTÔNIO CARLOS CASTANHA TAUA GOMES

bfcblog1

.

Francisco e Clarinha de Assis

Patronos deste Blog

.

fcc

.

.

cqchcc