,

toqvi1

.

Parece impossível compreender os desígnios de Deus utilizando as possibilidades limitadas da mente humana. É como se a mente não pudesse conter, em seu copo, a água do oceano, como a minúscula semente mágica retém a informação genética. No entanto, a esperança permanece, quando, vencendo o orgulho, a mente humana percebe a existência da árvore. (1)

Há momentos que nos sentimos diante de uma “caixinha de surpresas”, como acontece com o jogo de futebol que “só acaba, quando termina”.

Gosto de futebol, mas reconheço que não é tão bom para o casal como o frescobol. Pense e concordará comigo.

Voltemos ao “Maracanã”, com Gentil Cardoso, figura folclórica do esporte brasileiro, que treinou todos os grandes clubes do Rio de Janeiro. Técnico e torcedor do Bonsucesso, trabalhou com a seleção brasileira, em 1959.

Quase sempre, era chamado quando um time estava em má situação e raras vezes para treinar equipes já bem formadas. Por isso, cunhou a frase: “Só me chamam pra enterro, ninguém me convida pra comer bolo de noiva”

Foi campeão pernambucano treinando, na capital, suas três grandes equipes. Nasceu em Recife em 1906 e desencarnou no Rio de Janeiro, em 1970. Dele são duas outras frases que  ficaram famosasquem se desloca recebe, quem pede tem preferência; o craque trata a bola de você, não de excelência”. Isso se chama “intimidade”.

.

GENTILc

.

A frase “quem se desloca recebe” lembrou-me um médium se deslocando ao telefone, impactando a pessoa do outro lado da linha (2). Lembrou-me também o cantor (3) possuidor de enorme extensão vocal e que me levou a uma hipótese. Vou explicar.

A reencarnação é uma hipótese que pode lançar luz sobre a existência do talento desse jovem rapaz, pois não basta possuir o instrumento privilegiado, há necessidade de saber utilizá-lo.

Quem pede tem preferência lembrou-me uma cirurgia espiritual pedida pelo paciente, que era médico, e, também, a benção solicitada pelo espadachim japonês.

Vamos “rápido e rasteiro”, atendendo recomendação do técnico Gentil.

“Se a bola é feita de couro, se o couro vem da vaca e se a vaca come capim, então a bola gosta de rolar na grama e não ficar lá por cima; portanto, meus filhinhos, vamos jogar com ela no chão”.

Nesse jogo, a bola chega ao fundo da rede, é o “gol,” representado pela pergunta mais honesta que se pode fazer, quando diante de um fato inusitado, gol olímpico! “Como ele fez isso?”

Divaldo P Franco estava psicografando ao som de Mozart (2), quando chegaram dois espíritos, aparência feminina. Disseram que foram atraídas pelo som de Mozart. Uma delas estava preocupada e falou que havia deixado uma filha na Terra em  momentos difíceis.  Concluíra o mestrado e o doutorado, mas agora era alcoólatra.

O Espírito-mãe forneceu a Divaldo o nome, endereço e o telefone da filha, pedindo-lhe que entrasse em contato.

Contou também que a filha lhe ofereceu o disco “Requien de Mozart”, quando completara 18 anos. Logo depois falecera deixando-a revoltada, pois não aceitava a morte.

Disse-lhe que sua filha, no início, iria tratá-lo com aspereza, mas que ele tentasse contar-lhe o ocorrido e os dados recebidos.

Ao telefone, Divaldo falou-lhe que estivera com sua mãezinha desencarnada.

Ela foi dura:  – “Vocês médiuns são na verdade telepatas, captam de nossa mente e depois nos dizem que os espíritos voltam e se comunicam conosco.”

Divaldo raciocinou com ela: – Como poderia ter encontrado seu nome e número de telefone, se não a conhecia?

A jovem doutora ficou sem argumentos. “Como ele fez isso?”

Começava a perceber que se tratava de assunto mais sério e calou-se.

Divaldo falou-lhe que estaria em sua cidade para uma palestra. Se ela quisesse poderiam conversar com ele na casa de amigos.  Ela aceitou, mostrando-se mais calma  e menos radical.

Ele lhe recomendou a leitura de “O livro dos Espíritos”, para que pudesse entender os problemas que a afligiam. Meses depois antes de proferir uma palestra, Divaldo encontrou-se com a moça que, com os olhos brilhando de felicidade, lhe disse:

– Agora estou me refazendo do alcoolismo; estudando a Doutrina Espírita. Começo a entender os seus Postulados.

Quem se desloca recebe, a “bola proteção” dos bons espíritos.

.

dfpb

.

O cantor ao qual me referi anteriormente é um jovem de 23 anos que possui extensão vocal de 4 oitavas e 9 semitons, indo de barítono a soprano. Além disso, é compositor e multi-instrumentista, cantando em 9 idiomas. “Como ele faz isso?”.

Veja (3) e explique, mas não me venha com a sempre lembrada “memória genética”.

O Espírito materializado, Dr. Frederick von Stein, fez cirurgia cardíaca, sem hemorragia significativa, sem utilizar instrumentos cortantes e sem anestesia convencional. Trocou válvula mitral com afecção congênita por uma nova, “construída” durante o procedimento.

“Como ele fez isso?”

Tudo na presença de dois cirurgiões – Ronaldo Luiz Gazzola e Paulo Cesar Fructuoso; um cardiologista – Luiz Augusto de Queiroz; um anestesista – José Carlos Campos. A peça foi a exame histopatológico.

Um espadachim pensava em sucesso e fama. Resolveu desafiar lutadores. Amigo de um monge Zen, antes da empreitada foi pedir sua benção. O monge fez proposta:

“- Lutaremos com espadas. Se vencer, irá com minha benção. Se eu vencer ficará aqui comigo e será  monge.”

O jovem espadachim não pode conter o riso. O monge nunca havia segurado uma espada e ele era o melhor espadachim da província.

Surpresa!  Derrotado “entrou para o mosteiro”.

“Como o velho monge fez isso?”

Allan Kardec (4) fez a pergunta honesta e passou a examinar os “milagres” do Mestre Jesus, em A Gênese.

Adorei o estudo e explicações sobre “a cura do cego de nascença”. (5)

O  bom Espírito André Luiz diz que “a espiritualidade é o caminho do amor de Deus e da harmonia entre os homens. O Amor serve para unir e um Mestre é a expressão máxima dessa união universal.”

Voltemos ao futebol e a sua “Regra 3”.

Vinicius de Morais se vinga do parceiro que era namorador, Toquinho, compondo uma segunda letra. A primeira versão havia sido recusada. O poeta expressou seu aborrecimento.

Voltou para casa e escreveu uma segunda letra, que é um gracejo, veja:  Tantas você fez que ela cansou. Porque você, rapaz, Abusou da regra três (7) Onde menos vale mais. Da primeira vez ela chorou Mas resolveu ficar. É que os momentos felizes  Tinham deixado raízes no seu penar. Depois perdeu a esperança Porque o perdão também cansa de perdoar. Tem sempre o dia em que a casa cai, Pois vai curtir o seu deserto vai. Mas deixe a lâmpada acessa se algum dia a tristeza quiser entrar. E uma bebida por perto, porque você pode estar certo que vai chorar.”

.
(* A bebida entra aqui apenas contextualizada com a letra do autor da música. – Nota de Bruno Tavares)
.

Toquinho conta em um vídeo imperdível a vingança bela e inteligente” 

Quem não tem a mediunidade, inspiração, de um poeta vai perguntar: “como ele fez isso?”

Há fatos que nos deixam perplexos. Passei por uma experiência inesquecível. O Espírito “baixou” no ambiente do estúdio de TV, caminhou de forma não convencional, usou a vidência de um médium convidado, de outro Estado, e que nunca me tinha visto pessoalmente. Aí o Juiz, não de futebol, deu-me um recado, que me arrepiou.

Joel Vaz, o entrevistador, muito ocupado com câmaras e luzes, nada percebeu. Até hoje não lhe contei. Joel participa do Grupo de Estudos Espíritas do Teatro Vannucci. (8) Se o leitor tiver curiosidade veja mais no link de número (9)

Com tantas evidências sugestivas da imortalidade, roguemos aos bons Espíritos que continuem a nos amparar e também a dar forças “a todos nós”, para que nos tornemos dignos dessa proteção. Que todos possamos ter “vivências com Jesus”. Não é Yasmim? (10).

.

tocov1

.

Referências:
1.   Anestesia, Deus e Dor Humana.  http://www.oconsolador.com.br/ano12/578/principal.
2.   Divaldo P. Franco.  http://www.redeamigoespirita.com.br/profiles/blogs/a-boa-m-sica-atraindo-esp-ritos
3.   Cantor fenômeno.  https://www.youtube.com/watch?v=44jyecSwdlE
https://www.facebook.com/willdiotamotivation/videos/fica-cada-vez-melhor-a-voz-dele-dimash-kudaibergen-cazaquistanês-de-23-anos-sua-/873246109538864/
4.   A Gênese.  https://www.youtube.com/watch?v=Md6HIeaJbSo
5.    Cego de Nascença.  http://formiga.iqm.unicamp.br/neu/cegosdenascenca.pdf
http://www.aeradoespirito.net/ArtigosLCF/AS_CI_BI_D_ESP_CEG_
NAS_LCF.html
6.   Toquinho.  https://www.youtube.com/watch?v=kn8Z5BAWT2s
7.  Desenho. Regra três. Banco de reserva.  http://meushq.blogspot.com/2010/02/coisas-loucas-sobre-futebol-regra-tres.html
8. Teatro Vannucci.  https://www.youtube.com/watch?v=e0ckkbb3mW0
9. Experiência inesquecível. http://paespirita.blogspot.com.br/2018/01/ceu-propriedade-particular.html
http://orebate-jorgehessen.blogspot.com.br/2018/01/ceu-propriedade-particular.html
http://www.noticiasespiritas.com.br/2018/JANEIRO/06-01-2018.htm
https://issuu.com/merchita/docs/cielo_propiedad_particular_dr_luiz_
10. TV Nova Luz. Autodescobrimento.
https://www.youtube.com/watch?v=gz9eU4knTzk&feature=youtu.be 

.

lcpb1

.

brunooyellowMeus queridos amigos e irmãos, leiam mais este artigo extraordinário que me foi enviado pelo meu querido amigo Luiz Carlos Formiga, grande estudioso e escritor espírita. Aqui o Formiga narra as proezas realizadas por indivíduos extra-séries, em situações as mais diversas e inesperadas, quando bafejados pela inspiração espiritual descendo em cascata pelos canais da sua intuição

Falar do Formiga como escritor é motivo de suspeição para mim, porque sou fã desse cara, o que ele escreve de agradável é brincadeira, somado a isso o fim espiritualizante de todos os seus textos

Que Jesus abençoe ao Formiga, alma velha das tardes atenienses, por essa abençoada verve sua que ele coloca em prol dos princípios nobres da vida

Que Jesus abençoe a todos nós! 

Bruno Tavares

.

.

Luiz-Carlos-FormigaV Luiz Carlos Formiga 

Articulista do Blog do Bruno Tavares, articulista na divulgação da Doutrina Espirita, com contribuição em alguns jornais e revistas, no Brasil e em Portugal (Fraternidade – Lisboa). Realiza palestras em casas espíritas. Biomédico (1969) pela Faculdade de Ciências Médicas, Universidade do Estado da Guanabara (UERJ). Especialização em Microbiologia e Imunologia (1970), Mestrado (1974) eDoutorado (1979), no Instituto de Microbiologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Pedagogo, Licenciado pela A.E.S. São Judas Tadeu, R.J. Pósgraduação em Educação em Saúde, Especialização pelo Núcleo de Tecnologia Educacional para a Saúde, do Centro de Ciências da Saúde da UFRJ. Prêmio Uerj-Funarte, 1980. Concurso de monografia, com “A Universidade do Estado do Rio de Janeiro e a formação de recursos humanos para a área de saúde. Curso de Ciências Biológicas, Modalidade Médica”. Projeto Semana da Uerj, realizado pelo Departamento Cultural e Patrocinado pela FUNARTE. Prêmio Científico Enzilab/1991. Sociedade Brasileira de Patologia Clínica, sob patrocínio da Enzilab Hospitalar LTDA. Professor Adjunto da Faculdade de Ciências Médicas, UERJ e Professor Adjunto IV do Departamento de Microbiologia Médica do Instituto de Microbiologia da UFRJ. Foi Coordenador dos Cursos de Pósgraduação da Faculdade de Ciências Médicas da UERJ. Foi Coordenador do Centro de Referência Nacional de Difteria e outras Corinebacterioses, do Ministério da Saúde. Coordenador da Linha de Pesquisa – Corynebacterium diphtheriae. Síntese da linha de pesquisa: Formiga, L.C.D. 1985. New possibilities for Laboratory diagnosis of diphtheria. Brazilian J. Med. Biol. Res., 18:401-402. Casado. Quatro filhos.

.

.

INSPIRA

AS IMAGENS E VÍDEOS SÃO ESCOLHA E
RESPONSABILIDADE DE BRUNO TAVARES

.

.

IART

 .
.

 chverdec1

.

QUADRO DO PINTOR PERNAMBUCANO 

ANTÔNIO CARLOS CASTANHA TAUA GOMES

bfcblog1

.

Francisco e Clarinha de Assis

Patronos deste Blog

.

fcc

.

.

cqchcc