.

.

BBTCEPA

.

Não obstante o respeito às diversas maneiras de entender e valorizar tudo o que nos cerca nesta vida terrena, a predileção de muitas pessoas pela uva em termos de beleza estética, de simbolismo de união, de performance visual e sabor, é entusiástica e surpreendente.  

Associada à fruta, a cepa, palavra pronunciada com ‘ê’ fechado, deixa transparecer, após a colheita dos cachos, que está secando, com o pé morrendo aos poucos. 

Os antigos costumam dizer que um de seus subprodutos, o vinho, mesmo em tonéis ou litros, tem vida, pois, alguns meses depois de já estar pronto e armazenado em definitivo, entra em turbulência, movimentando-se no recipiente.     

Afirmam alguns produtores que essa alteração nada tem a ver com a chegada da época da brota, ou outra qualquer situação com a planta, que fica adormecida após a produção e até a poda, que ocorre cerca de quatro meses antes da nova safra que é no final do ano, pois até o ar é impedido de entrar no local onde está o vinho, o que em hipótese alguma pode acontecer, sob pena de prejudicar a qualidade do produto, já que as bactérias externas vão interferir no sabor. 

.

pva

.

Um detalhe, porém, é importante: a exemplo de todos os seres vivos, o vinho também sofre sobremaneira a influência da lua, durante suas mudanças. Mais uma vez, aqui se faz presente a poderosa força magnética que existe à nossa volta, cujas alterações são percebidas no organismo físico das pessoas, aves e animais, no plantio, nas podas e no próprio corte das madeiras, tal a interferência que processa.  

Técnicos da área foram consultados e, unânimes, afirmaram que ‘isso é mais história que fato real e os antigos têm muito disso’.

Tanto a uva como o vinho são produtos já conhecidos e citados em toda a história, especialmente a religiosa. O Velho e o Novo Testamento trazem fartos registros dessas presenças. 

Informações dão conta de que o Estado de São Paulo é responsável por cerca de quase 70% da produção da uva chamada de mesa (uva de chupar), conforme boletim divulgado dia 4 de dezembro de 2008, elencando as cidades de Jundiaí, Indaiatuba, Itupeva e Louveira como as mais produtivas.  

.

cepak

.

Os espíritas, em particular, conhecem a cepa e sabem-na vinculada aos Espíritos elevados. Na introdução de ‘O Livro dos Espíritos’, em sua parte final, foram os próprios Benfeitores da Vida Maior que contribuíram na elaboração desse conjunto harmonioso de informações que representa a espinha dorsal do Espiritismo.

Esses abnegados instrutores do Além orientaram Allan Kardec, por ocasião da conclusão dessa obra, afirmando: “Coloca na cabeça do livro a cepa de vinha que te desenhamos, porque ela é o emblema do trabalho do Criador; todos os princípios materiais que podem melhor representar o corpo e o espírito nela se encontram reunidos: o corpo é a cepa; o espírito é o licor; a alma ou o espírito encarnado unido à matéria é o grão”.

E Kardec não teve dúvida na manifestação expressada pelos irmãos invisíveis. A cepa que se vê na parte superior do frontispício de O Livro dos Espíritos foi desenhada pelas próprias Entidades. 

.

vladpoli

.

brunooyellowMeus queridos amigos e irmãos, trago aqui para a apreciação de vocês este artigo do querido confrade espírita, o escritor Vladimir Polízio que é militar, nasceu em Pompeia e reside atualmente em Jundiaí – ambas cidades situadas no estado de São Paulo –, vinculando-se às duas instituições espíritas no quadro do Conselho Fiscal.

Vladimir aproximou-se da Doutrina Espírita no ano de 1970, quando conheceu Chico Xavier numa das viagens do médium a São Paulo. Tem dois livros publicados: “500 Reflexões do Outro Lado da Vida” e “A Psicografia no Tribunal”. 

Aqui ele trata da belíssima questão da Cepa, colocada pelos espíritos na capa de O Livro dos Espíritos, nos seus prolegômenos.

Que Jesus abençoe você, querido Vladimir Polízio, para que continues a escrever teus textos, esclarecendo cada vez mais a todos os teus irmãos de ideal! 

Que Jesus abençoe a todos nós!

Bruno Tavares

.

.

.

cepaeu

AS IMAGENS E VÍDEOS SÃO ESCOLHA
E RESPONSABILIDADE DE BRUNO TAVARES

.

.

btkardeclua

 .
.

chverdec1

.

QUADRO DO PINTOR PERNAMBUCANO
ANTÔNIO CARLOS CASTANHA TAUA GOMES

bfcblog1

.

Francisco e Clarinha de Assis

Patronos deste Blog

.

fcc

.

.

cqchcc1

.

.